22°C 26°C
João Pessoa, PB
Publicidade

São João chegou

“O São João é um produto que, pelas bandas do Nordeste, foi formatado e aperfeiçoado como manifestação popular com vocação para a tradição. Ganhou traços, trejeitos, dança, canto, ritmo, indumentária, moda, linguagem”.

17/06/2024 às 17h12 Atualizada em 17/06/2024 às 17h18
Por: Nailson Júnior Fonte: Edson de França
Compartilhe:
São João chegou

O São João, em verdade, só ocupa dois míseros dias do calendário junino. O espírito da festa, porém, tem potencial para ocupar o mês inteiro. Talvez até muito além dos 30 dias, pondo-se nesta conta exatamente as expectativas para sua chegada e a saudade dos festejos vividos. 

Um combo que envolve prévias e festejos fora de época. Isso quer revelar que o negócio é bom demais ou “danado de bom”, como cantava o velho vate da música nordestina. 

O São João é um produto que, pelas bandas do Nordeste, foi formatado e aperfeiçoado como manifestação popular com vocação para a tradição. Ganhou traços, trejeitos, dança,  canto, ritmo, indumentária, moda, linguagem. Virou sinônimo da cultura de um povo, uma gente sofrida que abre uma fenda no tempo para festejar uma onda de religiosidade, memória profana e abundância. 

Continua após a publicidade

Trata-se de uma iguaria que, para consumi-la, o nativo atravessa dias e dias de desejo por sentido e pertencimento. Definitivamente, é um festivo estado de espírito, um traço cultural enraizado no solo da região. Se rivalizar com o carnaval ou festas de fim de ano, muitos hão de preferi-la unicamente pela identificação anímica com ícones bem caracteristicamente matizados.  

 Quando o mês de junho se aproxima, os elementos da natureza, do chão ao céu, se enchem de festa. “30 dias antes do São João/ As ruas já estão enfeitadas/ Já tem milho verde na feira/ A terra é de brejo, molhada/ O velho carrega o bacamarte/ O menino conserta a ronqueira/ A moça faz o vestido novo/ A velha atiça a fogueira/ O céu fica colorido de tantos foguetes e balões”, e por aí vai. Salve Jorge de Altinho e as tantas capitais do São João Nordeste afora. 

Na verdade, o festejo sempre me tocou mais como “culto” popular, no que esse tem de colorido, festivo e anímico, até panteísta; que culto cristao-catolico regular e sacerdotal, temente, contido, solene e sorumbático. Concordo com as crônicas que revelam que o São João é uma assimilação pelo catolicismo de velhos ritos pagãos populares. 

Ajuda-me a descrever essa tradição o velho Google, ensinando-me que havia, “na segunda quinzena do mês de junho, quando ocorria o solstício de verão na Europa, o culto a deuses da natureza, das plantações, colheitas etc…”, nos quais deuses como  Adônis eram motivadores da festança. 

“Quando o mês de junho chegar, eu vou me espalhar…”, diz uma voz. Uma outra responde que “Fiquei tão triste naquele São João”. Como em tudo relacionado à cultura humana, os sentimentos se multiplicam em expressões diversas. Há quem goste, há até quem deteste. Há porém, na maioria, gente que se identifica, aviva o espírito, sai a enfeitar casas e ruas, planta e colhe o fruto do“sustento da vida”, corre à cozinha para preparar acepipes e guloseimas, “quentões” e “engasga-gatos”, canta em  alto e bom som, embala a alma e balança esqueleto ao som da trilha sonora típica da época. 

A alma da festa é contagiante, de celebração, de espírito comunitário, de colorido exuberante, de euforia que embala gerações. A festa mudou através do tempo, claro, como tudo mais há de sempre mudar,incorporando no processo novas significâncias e influências. O que permanece, no fundo, é o que sente, o que se vive, o que se partilha é como chama imaterialmente ativa. 

 

por Edson de França 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
A fogueira das polêmicas
Vida & Cultura Há 3 semanas Em Edson França

A fogueira das polêmicas

“Terminada a festa é a hora de analisar o estado de dilapidação herdado, contabilizando as polêmicas geradas durante o transcurso. Se bem que não somos disso, não é nossa natureza. Somos mais capazes de sobreviver às polêmicas e seguir em frente, sempre no aguardo das novas rodadas de desacertos.”
Neste 1º de Maio
1º de Maio Há 3 meses Em Edson França

Neste 1º de Maio

Trabalha-se por que, então? Pela sobrevivência já falada, com o mínimo de dignidade, e para manter um nível de vida aceitável. Alimentação, saúde, moradia, educação, lazer, cultura e mesmo algum “consumismo básico”, afinal, ninguém é de ferro. A participação efetiva nesse mundo, parecem cantar os apologistas do sistema, se dá pela garantia do trabalho ou, em nosso meio, do emprego com um mínimo de garantias. Por esse prisma, contabilizamos milhões totalmente fora do círculo. Nada a comemorar, portanto”.
Radiografia do poder
Sociedade Há 3 meses Em Edson França

Radiografia do poder

“Poder de “permitir viver” ou “mandar matar”, como quem joga a moeda pro alto para ver se dá cara ou coroa. O vassalato é talhado para dar a vida por seu mestre ou amo. A recíproca, porém, nunca será verdadeira.”
Caso comum de trânsito
Trânsito Há 4 meses Em Edson França

Caso comum de trânsito

“Quando você, usando da sua soberba, anda a beber e correr pela cidade, não é um caso comum. Abalroar um trabalhador, enquanto este exerce sua fiel obrigação de ofício, não é um caso comum. Ademais, o veículo abalroado fazia transporte por aplicativo e, caso estivesse transportando passageiros, o número de vítimas seria maior”
Edson França
Sobre o blog/coluna
Nas Entrelinhas
Ver notícias
João Pessoa, PB
29°
Parcialmente nublado

Mín. 22° Máx. 26°

30° Sensação
8.75km/h Vento
51% Umidade
67% (1.39mm) Chance de chuva
05h32 Nascer do sol
05h18 Pôr do sol
Qua 26° 22°
Qui 26° 21°
Sex 27° 22°
Sáb 26° 22°
Dom 26° 23°
Atualizado às 14h04
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,59 +0,23%
Euro
R$ 6,06 -0,11%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,57%
Bitcoin
R$ 388,702,73 -3,12%
Ibovespa
126,589,84 pts -0.99%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
ANUNCIE AQUI
Publicidade
Vagas de Emprego na Paraíba
jooble
Lenium - Criar site de notícias