22°C 26°C
João Pessoa, PB
Publicidade

Reservados, tensos e hostis: stalkers podem estar em qualquer lugar

Um comportamento obsessivo e persistente, que causa medo e até perigo para a vítima de sua fixação.

18/05/2024 às 11h06 Atualizada em 18/05/2024 às 11h16
Por: Nailson Júnior Fonte: Multipla Comunicação
Compartilhe:
Reservados, tensos e hostis: stalkers podem estar em qualquer lugar

Um comportamento obsessivo e persistente, que causa medo e até perigo para a vítima de sua fixação. O stalker é uma pessoa que persegue outra e pode desenvolver um sentimento de posse e desejo de controle na vida de seu alvo. Recentemente, o comportamento passou a ser discutido com a divulgação da série "Bebê Rena" e acendeu o alerta sobre posturas que se enquadram na conduta.

A psicóloga da Hapvida Notre Dame Intermédica, Michelle Costa, explica que os stalkers costumam ser desconfiados, reservados,  tensos, cautelosos e hostis. “Apenas o objeto de desejo, a pessoa a qual se destina o ‘amor’, é direcionada a atenção, o controle e domínio”, explica.

Os perseguidores, como também são conhecidos, podem desenvolver um comportamento obsessivo e passar a cercar alguém de forma física ou on-line. Eles monitoram os passos da vítima, insistem em manter um contato que pode ser pessoalmente ou por redes sociais e podem até invadir a privacidade, manipular e ameaçar, em busca de contato e atenção.

Não é preciso muito para despertar seu interesse. A psicóloga explica que um gesto de atenção e simpatia podem ser suficientes para desencadear um desejo de domínio pela vítima. “Depois disso, mesmo que a pessoa se afaste ou tente, ele não abandona o desejo de possuir e controlá-la”, aponta.

Ao ser vítima de uma situação como essa, além de buscar os meios legais para a própria segurança, a pessoa deve buscar ajuda psicológica profissional. “Ela pode se sentir insegura e coagida, passando a ficar reclusa, isolada, temer viver normalmente, o que pode desencadear insônia e depressão”, detalha a profissional.

Já o stalker também deveria ter um acompanhamento médico para lidar com seu comportamento obsessor. De acordo com Michelle, o profissional vai ajudá-lo a tratar a dependência emocional e fixação pelo objeto de desejo, trabalhando pontos que tenham relação com seu quadro, para que possa ter uma vida emocional livre de adoecimento.

O humorista Whindersson Nunes relatou ter sido alvo de perseguição on-line, na qual quatro pessoas distintas o assediaram por anos, enviando mensagens abusivas e até registrando onde ele estava. O artista precisou fazer um boletim de ocorrência para se ver livre das ações. Além dele, diversos famosos e anônimos já relataram situações parecidas.

Crime – No Brasil, o crime de perseguição foi inserido no Código Penal. A punição é de prisão em reclusão de seis meses a dois anos e multa. Há previsão de aumento de até a metade da pena, caso o crime seja praticado contra criança, adolescente ou idoso; contra mulher, por razões da condição de sexo feminino; e por duas ou mais pessoas, ou com uso de arma.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Nailson Junior
Sobre o blog/coluna
Crônicas PBNews
Ver notícias
João Pessoa, PB
26°
Tempo limpo

Mín. 22° Máx. 26°

27° Sensação
5.66km/h Vento
65% Umidade
67% (1.39mm) Chance de chuva
05h32 Nascer do sol
05h18 Pôr do sol
Qua 26° 22°
Qui 26° 21°
Sex 27° 22°
Sáb 26° 22°
Dom 26° 23°
Atualizado às 17h03
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,59 +0,23%
Euro
R$ 6,07 -0,09%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,57%
Bitcoin
R$ 390,779,51 -2,60%
Ibovespa
126,589,84 pts -0.99%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
ANUNCIE AQUI
Publicidade
Vagas de Emprego na Paraíba
jooble
Lenium - Criar site de notícias