Aparelho autoligado

Aparelho autoligado: dentista Jozyane Mazzei fala sobre os benefícios da técnica

Trata-se de um método que, diferente dos aparelhos tradicionais, não utiliza as tradicionais “borrachinhas”

17/01/2022 17h02
Por: Nailson Júnior
Fonte: Giulia C. Oliveira

O sorriso, sem dúvidas, é o principal cartão de visitas de uma pessoa. A busca para cuidados e reparações em dentistas aumentou consideravelmente atualmente, porém, ainda há um certo receio de pacientes, quando há na necessidade do uso de um aparelho ortodôntico, seja quanto ao tempo de uso ou a dor ou incômodo que podem ser causados.

 Por isso, conversamos com a dra. Jozyane Mazzei, professora e mestre em Ortodontia Autoligada e mini-implante. Ela não só sanou todas as dúvidas a respeito do assunto, como explicou um pouco sobre a técnica, ainda pouco conhecida pelo grande público.

 

O que é o aparelho autoligado? Trata-se de um método que, diferente dos aparelhos tradicionais, não utiliza as tradicionais “borrachinhas”, mas sim, fios do arco ortodôntico que são conectados por bráquetes, específicos que já possuem uma estrutura própria para esse tipo de sustentação. Além disso, os resultados aparecem em menos tempo, graças a diminuição do atrito entre os materiais.

 Quanto tempo dura o tratamento? Cada caso possui a sua complexidade, o que acaba não dando um prazo certo para o fim do tratamento. Porém, estudos feitos em 2014 na Universidade de Sete Lagoas mostraram que, comparado aos cuidados tradicionais, com o aparelho autoligado, o tempo de duração diminui em cerca de sete meses.

 Dói? Como falamos anteriormente, o atrito entre os bráquetes e o fio ortodôntico é menor. Com isso, a força que o aparelho precisa fazer para movimentar os dentes é cinco vezes menor do que em um tratamento tradicional.

 Outros benefícios? Além das vantagens já faladas, quem opta pelo aparelho autoligado não necessita realizar tantas manutenções. Em vez de visitas mensais, o paciente geralmente retorna num intervalo de 8 a 12 semanas.

 A falta das ligaduras elásticas faz com que o método seja mais higiênico. É mais fácil de limpar, além de acumular menos resíduos alimentares – o que diminui a chance de aparecimento de placas, bactérias e cáries.

 Ele também permite que, ao limpar, os pacientes não rasguem as ligaduras elásticas e soltem os arcos ortodônticos do aparelho, comprometendo a eficácia entre uma consulta e outra.

 É importante frisar que para todo e qualquer tratamento, deve-se procurar um dentista.

 Para mais informações e dúvidas, basta acessar o Instagram da Dra. Jozyane Mazzei, pelo link: https://www.instagram.com/dra.jozyanemazzei/

...
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
João Pessoa - PB
Atualizado às 07h27
25°
Muitas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 24°
25°

Sensação

13 km/h

Vento

94%

Umidade

Fonte: Climatempo
Vagas de Emprego na Paraíba
jooble
Nailson Junior
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
ANUNCIE AQUI
Igreja Nova Vida