Novembro azul

Novembro azul: Por que os homens têm tanta vergonha?

Ela ressalta no artigo a importância de olhar para a saúde do homem e diz que através do Instituto percebe as diferenças dos homens em relação ao diagnóstico. Segundo ela, para eles é mais complicado se abrir, conversar e dividir com os outros sobre o momento que está passando. E que ainda existe muito preconceito

Nailson Junior

Nailson JuniorCrônicas PBNews

22/11/2021 10h30Atualizado há 1 semana
Por: Nailson Júnior
Fonte: Joyce Nogueira - Drumond Assessoria de Comunicação
Jaqueline Chagas, paciente de câncer e fundadora do Instituto “Unidas para Sempre”*
Jaqueline Chagas, paciente de câncer e fundadora do Instituto “Unidas para Sempre”*

Não é de hoje que os homens têm fama de serem relaxados quando o assunto é cuidar da saúde. De acordo com pesquisas, 60% dos homens no Brasil só vão ao médico após sentirem algum sintoma insuportável. A campanha novembro azul é uma oportunidade para conscientizar sobre a importância e necessidade de que se olhe para a saúde do homem. É valido ressaltar que a campanha no início era um alerta sobre o câncer de próstata. Atualmente, desperta atenção à saúde integral dos homens e prevenção dos cânceres de pênis, próstata e boca.

 

O público masculino responde ao câncer de forma totalmente diferente das mulheres. Vejo isso através do Instituto Unidas Para Sempre. Passamos a receber e atender homens, pois, infelizmente, é mais difícil achar grupos de apoio quando o assunto é câncer. Para eles, é mais complicado se abrir, conversar e dividir com os outros sobre o momento que está passando. Não podemos esquecer que muitas vezes o câncer masculino é um tabu. Ainda existe preconceito.

 

Os homens têm mais dificuldade e demoram mais para aceitar o diagnóstico e fazer os exames. A dificuldade deles para se expor pode atrasar um possível diagnóstico. A resistência masculina ainda é muito grande. Além disso, o machismo faz o homem parecer como se nada pudesse acontecer ou como se nunca pudesse ficar doente. Por esse motivo, a família tem papel fundamental e deve ser o apoio para que esse paciente siga com o tratamento. Apesar de parecer mais forte, o homem precisa do mesmo apoio que as mulheres ao descobrir um tumor.

 

Além do câncer de próstata, boca e pênis, vale lembrar que o homem também tem outros tipos de câncer. O câncer de mama é um exemplo. É raro, atinge somente 1%, mas é muito importante que eles também tenham o hábito de se tocar e olhar com carinho para seus corpos.

 

No caso do câncer de mama, pela falta de toque, a maioria descobre já em estágio avançado. É muito importante que o homem se cuide e busque ajuda médica e apoio em grupos, caso tenham alguma desconfiança. Homens, tenham mais autocuidado e menos vergonha. Afinal, o mais importante é ter saúde e para estar junto de quem se ama.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
João Pessoa - PB
Atualizado às 17h40
28°
Poucas nuvens Máxima: 32° - Mínima: 24°
31°

Sensação

17 km/h

Vento

70%

Umidade

Fonte: Climatempo
Nailson Junior
Vagas de Emprego na Paraíba
jooble
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Igreja Nova Vida
ANUNCIE AQUI