Igualdade

Conquistas das mulheres por igualdade são ressaltadas por vereador

Marcos Henriques (PT) defendeu que o movimento feminista foi essencial na luta feminina por igualdade social

14/10/2021 15h54
Por: Nailson Júnior
Fonte: Secom CMJP

O vereador Marcos Henriques (PT) usou seu pronunciamento na sessão ordinária desta quinta-feira

(14), na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), para ressaltar as conquistas das mulheres por

igualdade através dos tempos. O parlamentar defendeu que o movimento feminista foi essencial

para avanços rumo à igualdade social.

Marcos Henriques elencou vários marcos caracterizando-os como conquistas feministas no Brasil

durante a história, como em 1827 com as meninas sendo liberadas para frequentar as escolas; em

1879, mulheres conquistaram direito de acesso às faculdades; 1910, quando o primeiro partido

feminino foi criado; 1932, quando as mulheres tiveram direito ao voto; 1979, com a garantia às

mulheres do direito à prática do futebol; 1985, quando foi criada a primeira delegacia da mulher;

1988, com o reconhecimento, pela Constituição Federal Brasileira, da igualdade entre homens e

mulheres; 2002, quando a falta de virgindade deixou de ser motivo para anulação de casamento;

2006, a sanção da a lei Maria da Penha; em 2015, foi aprovada a lei do Feminicídio; 2018, com a

tipificação de importunação sexual feminina como crime.

“São lutas das mulheres, são lutas feministas. Tem muitos passos que as mulheres vão dar. Essa luta

foi extremamente importante para as mulheres. Conheço a fundo o movimento feminista e acho

importante esse trabalho que elas fazem de exaltar o direito das mulheres e o direito de igualdade

entre homens e mulheres num país extremamente machista”, declarou.

O vereador destacou que nos últimos anos os houve aumento do número de feminicídios, de morte

de negros e atribuiu esses aumentos à falta de políticas inclusivas adotadas pelo Governo Federal.

“Discordo quando se fala do feminismo de maneira pejorativa, mostrando certa desqualificação de

um movimento que tanto lutou para que as mulheres tivessem espaço de igualdade social”,

defendeu.

Apartes

Os vereadores Carlão (Patriota) e Coronel Sobreira (MDB) discordaram de Marcos Henriques. “O

problema do feminismo não são os avanços que as mulheres conseguiram por suas lutas, batalhas e

reivindicações, é que ele tenta expor a figura masculina como algo do paleolítico, diminutivo. Os

avanços das mulheres são válidos por tudo que elas conseguiram construir na sociedade, mas não

foi pelo feminismo. O feminismo é um movimento de esquerda que se apropriou de um crescimento

natural que as mulheres precisavam na sociedade e esse crescimento aconteceu não foi por causa do

feminismo, foi por que as mulheres se uniram e perceberam que uma sociedade retrógrada

precisava avançar”, afirmou Carlão.

“Sou muito preocupado com a história do machismo e do feminismo, pois demonstram

extremismos tanto de um lado quanto do outro. A Bíblia Sagrada é muito clara em Coríntios e

Efésios quando fala o papel do homem e da mulher. Ninguém é melhor do que ninguém. A

Constituição garante que todos são iguais perante a lei, isso é bacana. Tem o papel do homem e da

mulher e eles precisam se respeitar. Quando um quer entrar na seara do outro, aí os problemas

começam a surgir. Quando o homem quer fazer o papel da mulher, dá problema. E quando a mulher

quer fazer o papel do homem, dá problema”, afirmou Coronel Sobreira.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
João Pessoa - PB
Atualizado às 02h24
24°
Poucas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 24°
24°

Sensação

7 km/h

Vento

83%

Umidade

Fonte: Climatempo
Vagas de Emprego na Paraíba
jooble
Nailson Junior
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Igreja Nova Vida
ANUNCIE AQUI