Escola 2021

Cabedelo é destaque nacional em Prêmio do Ministério Público do Trabalho

Karoline é estudante do 7º ano da Escola Plácido de Almeida, e se destacou na Categoria Conto. A solenidade virtual de premiação será realizada no dia 7 de dezembro, em Brasilia.

12/10/2021 13h36Atualizado há 2 semanas
Por: Nailson Júnior
Fonte: SECOM CABEDELO

Karoline Rodrigues dos Santos,  aluna da rede municipal e ensino de Cabedelo se destacou e ganhou o Prêmio MPT na Escola 2021 - A Escola no Combate ao Trabalho Infantil, que fomenta a participação de crianças e adolescentes nas ações de mobilização, conscientização e prevenção do trabalho infantil e da proteção do adolescente trabalhador.

 

Karoline é estudante do 7º ano da Escola Plácido de Almeida, e se destacou na Categoria Conto. A solenidade virtual de premiação será realizada no dia 7 de dezembro, em Brasilia. Este ano, 14 regionais participaram da disputa. O concurso premia os melhores trabalhos literários, artísticos e culturais de estudantes das instituições de ensino que integram o projeto em todo o Brasil.

 

Cabedelo participou do prêmio com a inscrição de seis escolas, envolvendo cerca de 1.300 alunos. Na etapa estadual, a cidade ganhou destaque ao selecionar três alunos para disputar a fase nacional. Na Paraíba, apenas a cidade portuária e a capital João Pessoa alcançaram êxito ao final do projeto. 

 

“Trata-se de uma conquista inédita para o município de Cabedelo, sem dúvida. Aderimos ao projeto, nos organizamos, mobilizamos os professores e, sobretudo, incentivamos os alunos a produzir, com um acompanhamento qualificado e bem próximo. O resultado está aí. Temos que parabenizar os alunos participantes e exaltar o trabalho de gestão da educação que é feito em nossa cidade. Um empenho e um compromisso na busca pela excelência na estrutura, investimento no aprendizado e na construção do conhecimento cidadão. Ano que vem, já planejamento inscrever 12 escolas, tamanho o êxito que alcançamos nesta edição”, declarou o coordenador executivo do projeto no município, Gilbert Monte.

 

O Prêmio MPT na Escola, iniciativa do projeto ‘Resgate a Infância’, eixo Educação, faz parte da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente do Ministério Público do Trabalho e tem como objetivo

 

 O prêmio é disputado em três categorias: Conto, desenho e poesia. O projeto é uma parceria entre o Ministério Público do Trabalho com a Prefeitura Municipal de Cabedelo, através da Secretaria da Educação. Tem como Coordenadora Geral, por parte do MPT, a procuradora do Trabalho, Maria Edlene Lins Felizardo.

 

O objetivo é fomentar a participação de crianças e adolescentes nas ações de mobilização, conscientização e prevenção do trabalho infantil e da proteção do adolescente trabalhador. A ação também faz parte da comemoração dos 31 anos do Estatuto da Criança e Adolescente. Em Cabedelo, o projeto é coordenado pela Secretária de Educação, Márcia Oliveira, e tem o Professor Gilbert Monte como Coordenador da executiva local. 

 

Para elaboração dos projetos, cada unidade escolar concorrente contou com um professor para orientar, auxiliar, formatar, acompanhar e registrar as atividades. Todo o processo foi feito de maneira a respeitar as medidas sanitárias recomendadas para o atual momento de pandemia. Karoline foi orientada pelo professor Douglas de Oliveira Domingos. Na Plácido, o projeto teve coordenação de Benícia de Paula Januário do Nascimento.

 

Karoline Rodrigues dos Santos,  aluna da rede municipal e ensino de Cabedelo se destacou e ganhou o Prêmio MPT na Escola 2021 - A Escola no Combate ao Trabalho Infantil, que fomenta a participação de crianças e adolescentes nas ações de mobilização, conscientização e prevenção do trabalho infantil e da proteção do adolescente trabalhador.

Karoline é estudante do 7º ano da Escola Plácido de Almeida, e se destacou na Categoria Conto. A solenidade virtual de premiação será realizada no dia 7 de dezembro, em Brasilia. Este ano, 14 regionais participaram da disputa. O concurso premia os melhores trabalhos literários, artísticos e culturais de estudantes das instituições de ensino que integram o projeto em todo o Brasil.

Cabedelo participou do prêmio com a inscrição de seis escolas, envolvendo cerca de 1.300 alunos. Na etapa estadual, a cidade ganhou destaque ao selecionar três alunos para disputar a fase nacional. Na Paraíba, apenas a cidade portuária e a capital João Pessoa alcançaram êxito ao final do projeto.

“Trata-se de uma conquista inédita para o município de Cabedelo, sem dúvida. Aderimos ao projeto, nos organizamos, mobilizamos os professores e, sobretudo, incentivamos os alunos a produzir, com um acompanhamento qualificado e bem próximo. O resultado está aí. Temos que parabenizar os alunos participantes e exaltar o trabalho de gestão da educação que é feito em nossa cidade. Um empenho e um compromisso na busca pela excelência na estrutura, investimento no aprendizado e na construção do conhecimento cidadão. Ano que vem, já planejamento inscrever 12 escolas, tamanho o êxito que alcançamos nesta edição”, declarou o coordenador executivo do projeto no município, Gilbert Monte.

O Prêmio MPT na Escola, iniciativa do projeto ‘Resgate a Infância’, eixo Educação, faz parte da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente do Ministério Público do Trabalho e tem como objetivo O prêmio é disputado em três categorias: Conto, desenho e poesia. 

O projeto é uma parceria entre o Ministério Público do Trabalho com a Prefeitura Municipal de Cabedelo, através da Secretaria da Educação. Tem como Coordenadora Geral, por parte do MPT, a procuradora do Trabalho, Maria Edlene Lins Felizardo. Em Cabedelo, o projeto é coordenado pela Secretária de Educação, Márcia Oliveira, e tem o Professor Gilbert Monte como Coordenador da executiva local.

O objetivo é fomentar a participação de crianças e adolescentes nas ações de mobilização, conscientização e prevenção do trabalho infantil e da proteção do adolescente trabalhador. A ação também faz parte da comemoração dos 31 anos do Estatuto da Criança e Adolescente.

Para elaboração dos projetos, cada unidade escolar concorrente contou com um professor para orientar, auxiliar, formatar, acompanhar e registrar as atividades. Todo o processo foi feito de maneira a respeitar as medidas sanitárias recomendadas para o atual momento de pandemia. Karoline foi orientada pelo professor Douglas de Oliveira Domingos. Na Plácido, o projeto teve coordenação de Benícia de Paula Januário do Nascimento.

 

 

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
João Pessoa - PB
Atualizado às 03h14
24°
Nuvens esparsas Máxima: 30° - Mínima: 24°
24°

Sensação

9 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
Nailson Junior
Vagas de Emprego na Paraíba
jooble
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Igreja Nova Vida
ANUNCIE AQUI