Dia da Cachaça

Confira 10 curiosidades sobre o maior engenho de cachaça de alambique do Brasil

Engenho São Paulo, na Paraíba, está localizado em Cruz do Espírito Santo, há 28 km de João Pessoa

10/09/2021 16h53
Por: Nailson Júnior
Fonte: Vivass Comunicação

Patrimônio cultural do Brasil e o destilado mais antigo das Américas, a cachaça vem se tornando uma das bebidas mais apreciadas em todo o mundo. Entre os motivos que vêm dando destaque ao produto estão o aperfeiçoamento dos meios de produção e a melhora na qualidade do sabor. Para o Dia Nacional da Cachaça, celebrado no dia 13 de setembro, reunimos 10 curiosidades sobre o Engenho São Paulo, o maior produtor de cachaça por alambique do Brasil. Confira:

1) O maior produtor de cachaça de alambique do Brasil fica na Paraíba. Localizado no município de Cruz do Espírito Santo, há 28 km de João Pessoa, o Engenho São Paulo é responsável pelos rótulos “Cachaça Cigana”, “Cachaça São Paulo”, “Cachaça Caipira” e “Flyone”. Com 620 hectares, o local possui um parque industrial capaz de produzir anualmente 6 milhões de litros de cachaça e de estocar até 5 milhões de litros, o que o torna o maior produtor de cachaça de alambique do Brasil. 

2) A cachaça paraibana tem pioneirismo na exportação para os Estados Unidos. Em 2013, a cachaça ganhou status exclusivo nos Estados Unidos, sendo reconhecida como um produto genuinamente brasileiro. O país, aliás, é o maior mercado de destilados do mundo e está entre os principais compradores de cachaça. Mas muito antes disso, em 1994, o Engenho São Paulo começou a exportar a “Cachaça Cigana” para o mercado americano após obter o registro da marca no TTB, o órgão governamental fiscalizador de bebidas dos EUA. Com isso, é a única marca que podia, até então, usar o nome cachaça no rótulo americano antes de 2013, por já possuir o nome cachaça registrado à marca Cigana. 

3) A Cachaça São Paulo está presente em mais de 20 estados americanos. As primeiras exportações da Cachaça São Paulo para os Estados Unidos foram feitas no final da década de 80. Atualmente, pode-se encontrar essa cachaça paraibana em mais de 20 estados americanos, como a Flórida, Washington, Nova York e Califórnia. Além da branquinha da Cachaça São Paulo, esse ano, o Engenho começou a exportar a São Paulo Blend, que no Brasil é comercializada com o nome de São Paulo Amburana.

4) Fundado em 1909, o engenho está na quarta geração familiar. O Engenho São Paulo foi fundado em 1909, na zona rural de Cruz do Espírito Santo, por um senhor chamado Joaquim Fernandes de Carvalho. No início, suas atividades principais eram a produção do açúcar mascavo, do mel e da rapadura, mas com a queda do consumo desses produtos, seus filhos que já administravam o local decidiram focar mais na cachaça de alambique. No fim da década de 80, o engenho já se encontrava em sua terceira geração familiar, desta vez, com os netos de Joaquim Fernandes de Carvalho. Atualmente, é administrado oficialmente por Múcio Fernandes, neto de Joaquim, também presidente da Associação Paraibana dos Engenhos de Cachaça de Alambique (Aspeca). Mantendo a tradição da família, os bisnetos do fundador já fazem parte do corpo administrativo e trabalham para atualizar o Engenho e suas marcas para as tendências de mercado atuais. 

5) O engenho conta com um laboratório de microbiologia exclusivo e uma própria levedura, selecionada a partir da microbiota da região do engenho.  Em sua estrutura, a tecnologia e a inovação estão muito presentes. O engenho São Paulo conta com um laboratório de microbiologia que utiliza tecnologia de ponta para controlar rigorosamente todas as etapas da produção. O laboratório também selecionou uma cepa de levedura, que é encontrada unicamente no local. Durante a fermentação, fazem a adição dessa cepa no processo para que ela esteja sempre predominante na fermentação, o que garante que a bebida produzida possua sempre as mesmas características e o padrão de qualidade do Engenho São Paulo.

6) O engenho tem preservação ambiental e sustentabilidade em toda a propriedade. Além da levedura própria, outro “segredinho” do Engenho São Paulo está no cuidado de preservação das matas do terreno e nas várzeas do Rio Paraíba. O Engenho realiza um trabalho intenso de preservação ambiental para conservar, principalmente, as nascentes de água, garantindo uma água de excelente qualidade para a fabricação das bebidas. Além disso, o local conta com paisagens bucólicas e pretende abrir para visitação e fomentar o turismo rural da região. 

7) O engenho conta com um projeto social para crianças das comunidades locais. Em 2012, o Engenho São Paulo fundou a escolinha de futebol “São Paulo Crystal”, que treina crianças de 6 até 18 anos. No início, acolhia filhos de trabalhadores e moradores do engenho, e hoje, inclui também crianças da cidade e da zona rural de Cruz do Espírito Santo, o que totaliza uma média de 200 alunos. Além de incentivar a prática do esporte, ensinando futebol, o projeto funciona em parceria com a prefeitura e acompanha o rendimento escolar dos alunos, avaliando desde notas até comportamento e frequência escolar.  A escolinha está em fase de expansão e futuramente terá filiais em João Pessoa, Guarabira, Campina Grande, Sapé, Patos e na zona urbana de Cruz do Espírito Santo.

8) O engenho conta com time profissional de futebol. Com o sucesso da escolinha, que passou a revelar diversos talentos, em 2017 foi fundado o time profissional de futebol, o “São Paulo Crystal” – com direito a alojamento, centro de treinamento, mascote e torcida. Desde a fundação, o São Paulo Crystal já reúne diversas conquistas. Foi vice-campeão no estadual sub 19 em 2017. Em 2019, foi campeão estadual do sub 15 e vice-campeão no sub 17 além de ser campeão da Copa Paraíba no sub 17. Em 2020, a equipe fez bonito e subiu para a primeira divisão do campeonato paraibano e finalizou sua participação no estadual figurando entre os quatro finalistas da competição.

9) Mesmo sabor, novos rótulos. A marca Engenho São Paulo se prepara para uma nova fase. Em 2021, haverá ajustes na identidade visual. Nova logomarca, novos rótulos e presença mais forte nas mídias digitais e tradicionais - tudo isso para se comunicar melhor com um público cada vez mais bem informado e conectado. Para conhecer mais sobre a história e os produtos, o site é engenhosaopaulo.com.br/ e os perfil no Instagram são @engsaopaulo, @cachacasaopaulo, @cachacacaipira e @saopaulocrystalfc

10) A cachaça tem nome de santo. Outro fato curioso é que, antigamente, todas as terras da zona rural de Cruz do Espírito Santo eram chamadas com nomes de santos católicos. O santo Paulo foi escolhido para batizar a propriedade da família, que se mantém até hoje pelos herdeiros, pela tradição e pela religiosidade. Ao lado do engenho São Paulo, por exemplo, estão localizadas as usinas Santa Helena e a São João. Local histórico - A região da várzea do Rio Paraíba, onde fica localizado o engenho, foi um dos locais dominados pelos holandeses na época da colonização. Essa parte da história ainda pode ser visualizada hoje por conta das capelas - Nossa Senhora das Batalhas e Nossa Senhora do Socorro, que ficam localizadas próximas ao Engenho.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
João Pessoa - PB
Atualizado às 01h34
22°
Nuvens esparsas Máxima: 30° - Mínima: 22°
22°

Sensação

7 km/h

Vento

94%

Umidade

Fonte: Climatempo
Nailson Junior
Vagas de Emprego na Paraíba
jooble
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
ANUNCIE AQUI
Igreja Nova Vida