Unimed
Reticências

Decifrando reticências

Chamam-na correntemente de reticências, sendo elas parte dos elementos que compõem a pontuação expressiva na produção textual.

Edson França

Edson FrançaNas Entrelinhas

02/03/2021 15h09Atualizado há 4 semanas
Por: Edson França
Fonte: Edson de França

Três graciosos pontos que aparecem nos textos, dispostos paralelamente à linha e ao lado de alguma palavra, para marcar uma pausa no enunciado, podendo indicar omissão de alguma coisa que não se quer revelar,emoção demasiada, insinuação etc. Prazer. Chamam-na correntemente de reticências, sendo elas parte dos elementos que compõem a pontuação expressiva na produção textual.

Abuso de reticências. Já abusei mais, mas deixei de usar do expediente ao dominar a palavra reticente. Esta ultima que dizer exatamente “que ou quem age com reticência diante das situações; que ou aquele que hesita, que vacila”,tendo como sinônimos as palavras quieto, calado, fechado, reservado e indeciso. A reticência pode ser considerada como típico comportamento da pessoa que não tem nada a dizer, ou tem imprecisão sobre o assunto que trata.

Em meio a minhas atividades como jornalista e professor as reticências aparecem como um problema. Um hábito capaz, unicamente, de gerar interpretações nada elogiosas por parte do interlocutor imediato. Quase sempre apontando para a “falta de informações” ou “insegurança” do retor, do emitente das mensagens. Colocando numa imagem aproximada, o gigolô das reticencias se expressa numa linguagem próxima da telegráfica, naturalmente lacunar.

Referi-me acima ao ato de interpretar e essa pratica, para além dos pré-conceitos listados sobre o emitente de uma mensagem, nos põe, quando profissionalmente, no papel de decifradores de reticencias. Ou seja, tentamos adivinhar aquilo que a pessoa não disse ou não teve condições de elaborar.

Quando se fala de informação objetiva não se deve recorrer a figuras ou recursos estilísticos. Reticencias fazem bela figura na construção poética,sugestão estilística para o devaneio do leitor.

por Edson de França

Decifrar reticencias é um exercício onde o escrevinhador tem,forçosamente, que recorrer ao arsenal da imaginação, dos conhecimentos prévios e dos malabarismos verbais para expressar a mínima ideia.

O jornalismo, assim como outras atividades, detesta o vazio da pagina. Não se cria com lacunas. A motivação do mesmo é informar da forma mais completa possível. E isso exige um monte de palavras, de preferencia precisas e exatas.

Trabalho de certa forma árido, digamos. Após o exercício de imaginação, o autor, notavelmente se dá por satisfeito. Criou em cima das parcas ideias fornecidas, das ausências de argumentos e de informações

básicas. Hora de devolver o texto à fonte para os últimos ajustes. Aí vem a surpresa. A fonte não age tão laconicamente como na hora do contato inicial.

Discorda do texto pronto e se sente, como nunca, no direito de refazer integralmente as ideias escandidas que foram motivadas pela sua insegurança, indecisões e reservas.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
João Pessoa - PB
Atualizado às 08h03
24°
Chuva fraca Máxima: 29° - Mínima: 25°
24°

Sensação

9 km/h

Vento

100%

Umidade

Fonte: Climatempo
Unimed
Municípios
Unimed
Últimas notícias
Mais lidas
Unimed