Tecnologia

7 tendências em tecnologia médica para 2021

Tendências da área da saúde viabilizam maior agilidade nos processos, melhorando a realização das atividades para os médicos e pacientes.

Nailson Junior

Nailson JuniorCrônicas PBNews

11/02/2021 10h12
Por: Nailson Júnior
Fonte: Assessoria

Após anos de discussão e tentativas de regulamentação, a telemedicina no Brasil foi normatizada em caráter excepcional e temporário pela Portaria nº 467, de 20 de março de 2020.

Apesar de a regulamentação ter vindo em uma situação adversa causada pela pandemia da Covid-19, entidades do setor de saúde viram a medida com bons olhos, uma vez que esta  viabilizou o atendimento a distância e novos investimentos em tecnologias médicas.

Com isso, a tendência é que 2021 seja um ano de muitas inovações, com desenvolvimento e incorporação de novas soluções na área da saúde.

Quais as tendências em tecnologia para área da medicina em 2021?

Estima-se que 2021 será um ano de grande inovação na área médica, pois a viabilidade da telemedicina será acompanhada de novas soluções e tecnologias que facilitarão o dia a dia das equipes, melhorando assim a experiência dos pacientes.

Confira algumas das tendências em tecnologia médica para esse ano e como elas devem transformar a gestão, atendimento e tratamento em saúde.

1. Reconhecimento de voz

O reconhecimento de voz é uma tecnologia que agiliza, facilita e automatiza processos médicos ao permitir que, em vez de redigir laudos médicos, os profissionais possam ditar seus achados para um software.

O software de voz para laudo, unido com a telerradiologia, por exemplo, garante mais rapidez e eficiência na elaboração de laudos médicos, além de facilitar a gestão de tarefas pelo profissional de saúde.

2. Inteligência artificial

A inteligência artificial (IA) já gerou muito receio na comunidade médica no passado devido a crença de que ela substituiria os profissionais.

No entanto, observou-se que a IA incorporada à saúde tem como principal função complementar e facilitar a atuação dos médicos e não substituí-los.

Na área de laudos, por exemplo, sistemas de inteligência artificial são usados para uma pré-avaliação dos exames, organizando a ordem de análise deles de acordo com a urgência e gravidade do caso.

3. Computação em nuvem

A computação em nuvem consiste em uma tecnologia que permite alocar sistemas e dados em servidores externos, o que significa que é benéfica para profissionais individuais, mas também clínicas e hospitais que podem reduzir os gastos com infraestrutura interna de TI.

Com a computação na nuvem os especialistas podem armazenar seus documentos – como exames, registros de pacientes, laudos e modelos – em servidores e acessá-los de qualquer dispositivo com acesso à internet.

Com essa solução fica mais fácil gerenciar arquivos de diferentes instituições, por exemplo, além de acessá-los do trabalho, de casa ou durante uma viagem.

4. Software de gestão

O software de gestão hospitalar é uma tendência na área médica, pois garante a otimização dos recursos em todos os níveis da instituição, desde a área de compras, até monitoramento de estoques e insumos.

Com sistemas cada vez mais inteligentes e integrados é possível gerenciar todas as demandas do hospital de forma centralizada, acompanhando, por exemplo, reposições, escalas de funcionários, disponibilidade de leitos, manutenções, agendamentos de consultas e exames e pagamentos.

5. Saúde móvel (mHealth)

O mHealth ou saúde móvel é o nome dado às práticas médicas e de saúde que são realizadas utilizando dispositivos móveis, como smartphones, wearables, dispositivos de monitoramento, assistentes digitais pessoais, entre outros equipamentos sem fio.

Com o crescimento do mercado de mHealth estima-se que mais soluções serão disponibilizadas ao público e profissionais da saúde.

Na telemedicina, o mHealth permite, por exemplo, que um paciente tenha seus sinais vitais monitorados continuamente por um dispositivo – como um relógio inteligente – e essas informações sejam transmitidas ao médico que o acompanha. 

Com isso, o médico obtém uma visão mais holística das necessidades do paciente, tornando o atendimento mais satisfatório e preventivo.

6. Automação de processos

A automação de processos é outra expectativa em vários segmentos e mostra-se como uma das tendências em tecnologia médica para 2021 mais fortes.

Por meio da automação é possível, por exemplo, disponibilizar agendamentos, remarcações e cancelamentos sem intervenção humana, garantindo autonomia e flexibilidade aos pacientes.

Processos gerenciais também podem ser automatizados, como para manutenção de equipamentos de acordo com o desempenho e controle de utilização de insumos médicos.

7. Segurança de dados

Por fim, a segurança de dados em saúde também é uma tendência em 2021, uma vez que clínicas e hospitais devem adequar seus processos à Lei Geral de Proteção aos Dados Pessoais (LGPD).

Com a LGPD, informações médicas são classificadas como sensíveis, exigindo que as soluções, ferramentas e tecnologias adotadas tenham certificações rigorosas de proteção de dados para evitar vazamentos.

Portanto, são várias as tendências em tecnologia médica para 2021, como o software de voz para laudo, IA, segurança, automação e computação em nuvem. Assim vemos o quão essencial é que os gestores, profissionais de saúde, pacientes e empreendedores conheçam esse cenário e suas potencialidades.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
João Pessoa - PB
Atualizado às 21h29
24°
Alguma nebulosidade Máxima: 29° - Mínima: 23°
24°

Sensação

6 km/h

Vento

100%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Municípios
Anúncio
Últimas notícias
Mais lidas
Anúncio