Unimed
Milagre Sertão

ONG Milagre Sertão lança calendário 2021 em evento online com Thaila Ayala e Renato Góes

Apoiadores do Projeto, atores abraçaram a causa e já participaram de ações no interior da Paraíba como voluntários

15/01/2021 18h59
Por: Nailson Júnior
Fonte: Assessoria
Ser a voz do povo sertanejo e lutar por qualidade de vida. Essa é a missão do Milagre Sertão, projeto que presta assistência a famílias carentes do interior da Paraíba. Com força de vontade e mãos dadas, os voluntários realizam ações sustentáveis com alternativas de incentivo para que os moradores tenham a oportunidade de se desenvolverem e se sustentarem a longo prazo. Uma das formas de ajudar e manter a realização das iniciativas é o calendário. Para lançar a edição 2021, a ONG promoveu uma live especial na última quarta-feira (14). Com a participação dos atores Thaila Ayala e Renato Góes, que já tiveram a experiência de participar de uma das ações da ONG, o evento virtual debateu a felicidade na vida dos sertanejos, a vivência como voluntários, como ser um doador e transformar vidas, e a importância de ajudar o próximo. 
 
Para Thaila Ayala, conhecer de perto o trabalho do Milagre Sertão foi transformador. “Ter ido pessoalmente ao sertão mudou a minha vida. Ter estado com os voluntários e os moradores das comunidades alimentou esse lado de gratidão que tenho e me tornou ainda melhor como ser humano. Poder ajudar e estar mais próximos, seja no olhar, no carinho, na atenção ou adquirindo algum produto dá a sensação de gratidão e felicidade”, declara a atriz. “Eu não tinha noção que ainda hoje as pessoas viviam nessas condições, em que as pessoas adoecem pela desidratação, por falta de água. Usar a minha voz para incentivar outras pessoas a ajudarem de alguma forma esse trabalho é gratificante”, comenta. 
 
Segundo Renato Góes, que é pernambucano e vive próximo a realidade do agreste e do sertão do Estado desde a infância, chegar ao interior da Paraíba e conferir de perto a situação das famílias que sofrem com os efeitos da seca foi impactante. “Já tinha presenciado cenas semelhantes durante alguns trabalhos e viagens. Eu sempre consegui enxergar a alegria no sertão e isso sempre me incentivou a ajudar as pessoas de alguma forma. Mas, o que mais me impressionou foi a assistência do Milagre Sertão. É algo que fica, que faz a diferença”, conta Renato. “O que mais nos encanta é que os moradores também entenderam desta forma. O projeto não leva uma ideia do que fazer, mas mostra como fazer e viabiliza tudo isso”, parabeniza o ator. 
 
Deixar o legado e inspirar outras pessoas a ajudarem os sertanejos, de acordo com o voluntário Rodrigo Bittencout, é o propósito da ONG. “O trabalho é muito importante para que possamos construir uma sociedade mais justa e digna. É uma realidade que não estamos acostumados a ver no dia a dia, então acaba sendo impactante. É necessário estar próximo, fazer uma visita ou participar de uma ação para conseguir ampliar a visão e entender como são outros sentimentos e formas de pensar distintas às nossas”, comenta.  
 
Edição especial – Com o tema “Sonho que se sonha junto vira milagre”, este ano, o calendário traz algo inédito. Cada mês será representado por registros especiais feitos por voluntários. Uma das imagens escolhidas foi da Maíra Souza, em Itaporanga, que traz um casal sorrindo e esbanjando felicidade. “É surpreendente a hospitalidade do povo sertanejo que faz questão de dividir o pouco em matéria e o muito em humanidade”, diz a voluntária. Outro clique que está no calendário é de Isabel Couan, que registrou crianças brincando na cidade de Picuí. “Renascemos e sonhamos em conjunto no mundo que é pra todo mundo”, reflete. 
 
Ano de pandemia – Diante do cenário de pandemia, a ONG Milagre Sertão uniu forças e conseguiu realizar ações beneficentes em prol de comunidades e instituições carentes da Paraíba. “Mesmo com todos os desafios, observamos que a dificuldade impulsiona a solidariedade. Graças a ajuda dos voluntários e doadores, encontramos alternativas para direcionar as doações online e tudo funcionou muito bem”, conta Rodrigo. “As doações seguiram e passamos a atender com a equipe reduzida, fazendo a coordenação das doações arrecadadas de forma virtual. No segundo semestre, quando já tínhamos mais informações sobre os protocolos de segurança, foi possível estar presente em duas comunidades do interior, seguindo todas as medidas de prevenção”, comenta o voluntário.  Foram doados cerca de 7.500kg de alimentos não perecíveis para 31 comunidades e instituições de idosos e crianças. 
 
Além disso, durante este período, os projetos não pararam de se desenvolver e tomar forma. “Paralelamente às ações online e presenciais, os estudos das iniciativas que geram impacto a longo prazo nas comunidades não pararam. Uma delas é o protótipo de um sistema de aquaponia, desenvolvido em parceria com a Universidade Federal da Paraíba”, adianta. De acordo com ele, a implementação tem baixo custo e poderá suprir as necessidades de famílias com até quatro pessoas. “É um sistema de cultivo que conecta a criação de peixes e camarões, por exemplo, com a produção de plantas sem solo, com raízes submersas na água. Desta forma, a demanda de água será baixa, não haverá químicos e a família terá eficiência na produção. Estamos estudando todos os indicadores para poder colocar em prática com todos os dados alinhados”, explica. 
 
Como comprar — O calendário 2021 já está disponível no valor de R$20 nas redes sociais da ONG, na lojinha do Milagre, diretamente com os voluntários ou nas lojas parceiras - Ora Surfing, na Av. Esperança, 280, em Manaíra, e Natuê Jardinaria, que fica na Av. Governador Antônio da Silva Maria, 1431, no Portal do Sol. 
 
Sobre o Projeto Milagre Sertão - A partir da iniciativa de um grupo de jovens para levar mantimentos às famílias do interior paraibano surgiu a ideia do Projeto Milagre Sertão. A primeira ação aconteceu de forma espontânea e se tornou fonte de inspiração e incentivo para uma pesquisa maior sobre o tema, que revelou as causas reais das necessidades existentes. Fundada em 2013, com sede em João Pessoa, a ONG promove soluções eficazes no desenvolvimento de sistemas sustentáveis por meio do empoderamento das famílias que sofrem com os efeitos da seca levando doações de alimentos, roupas, brinquedos e outros itens de necessidade básica, além de oferecer serviços de apoio à comunidade, como temas em empreendedorismo, soluções agrícolas e atendimento médico-odontológico.
 
Além disso, o projeto tem uma linha de atuação baseada na busca por soluções efetivas e duradouras contra os efeitos da seca, como a implantação de sistemas de comércio solidário sustentável, instalação de poços, cisternas, realização de cursos de capacitação para o melhor aproveitamento dos recursos naturais e consequente amenização dos efeitos desse fenômeno natural.
 
A ONG Milagre Sertão fica na Rua Antônio Rabelo Júnior, nº 81 Sala 01 e 02 - Miramar. Outras informações, no site milagresertao.org/, no (83) 3021-9891 e no instagram @milagresertao
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
João PessoaJoão Pessoa - PB João Pessoa é uma cidade costeira próxima da foz do rio Paraíba, no leste do Brasil. A sua cidade velha é conhecida pela arquitetura barroca e art nouveau. A igreja de São Francisco, do século XVI, tem azulejos portugueses pintados no pátio e uma capela ornamentada com ouro. As praias de Tambaú e Cabo Branco estão repletas de bares e discotecas, além de lojas que vendem artesanato local de madeira e cerâmica.
João Pessoa - PB
Atualizado às 12h55
31°
Nuvens esparsas Máxima: 31° - Mínima: 24°
35°

Sensação

19 km/h

Vento

63%

Umidade

Fonte: Climatempo
Unimed
Municípios
Unimed
Últimas notícias
Mais lidas
Unimed