Lançamento

Sétimo álbum do Paraibano Júnior Cordeiro chega às plataformas digitais

Júnior Cordeiro revela que esse é o álbum é um marco temporal em sua carreira de 15 anos.

14/01/2021 10h31
Por: Nailson Júnior
Fonte: Assessoria

Será nesta sexta (15/01) o lançamento do novo álbum do músico, cantor e compositor paraibano Júnior Cordeiro. Com o título #CâmaraEco, o disco mistura rock com brasilidades, trazendo 13 composições inspiradas na pós-modernidade líquida e globalizante.

Júnior Cordeiro revela que esse é o álbum é um marco temporal em sua carreira de 15 anos. “É o trabalho mais completo de minha discografia”, ressalta. Totalmente produzido durante a Pandemia, o disco também vai chegar, até fevereiro, em LP 180g.

Na definição do artista, o trabalho é um apanhado filosófico sobre pós-modernidade líquida e globalizante, enfocando temas como narcisismo e individualismo atual, além de alguns temas políticos e sociológicos. O título vem, jocosamente, encabeçado pelo sinal de cerquilha (#), numa alusão irônica ao universo das redes sociais e de suas interações superficiais.

 

As # também estão presentes nos títulos de algumas composições, além da que dá título ao Disco. A filosofia e a diversidade de gêneros regionais que se misturam ao rock podem ser sentidas em ‘Conexão Amor’, ‘Quando a gente ainda revelava fotos’ e em toda a obra.

 

Para ouvir e baixar #CâmaraEco é só acessar o link onde o acesso a todas as plataformas digitais está disponível:

https://xn--jniorcordeiro-3nb.hearnow.com/c%C3%A2maraeco?fbclid=IwAR07CBucUdWEi-TyzsZT6I5NujlOnKqUFrD2BMaQYgpt4u6nNa2cBV7lBEc

 

SOBRE O ARTISTA E SUA OBRA:

Conhecido no meio musical como Bruxo do Cariri Velho, Júnior agrega à poesia de sua música a junção do Baião com Rock Pesado. Ao longo do tempo, conseguiu estabelecer uma forte característica: a peculiaridade dos temas abordados em sua discografia. O Nordeste mítico e místico, a herança ibérica, a magia popular, os delírios messiânicos, o catolicismo rústico e sertanejo, o ocultismo ocidental, a loucura, a metafísica, o existencialismo e tantos outros intrincados assuntos, juntam-se numa ideia fixa de verificação e denúncia dos males da coisificação do homem na pós-modernidade líquida e globalizante, num campo imagético rico e fértil, onde o imaginário coletivo está sempre presente e revigorado.

Desde seu primeiro disco (Carrascais/2006), passando por O Lago Misterioso/2011, Capa Preta/2013, Sonhos, Sertão e Loucura/2016, Céu, Hades e outros Porvires/2018, Vênus Philipeia/2019, até desembocar no seu mais novo trabalho (#CâmaraEco), Júnior Cordeiro finca sua criação no vigoroso campo da memória coletiva e das tradições populares.

DISCOGRAFIA:

Carrascais/2006

O Lago Misterioso/2011

Capa Preta/2013

Sonhos, Sertão e Loucura/2016

Céu, Hades e outros Porvires/2018

Vênus Philipeia/2019

#CâmaraEco

 

*Mais informações sobre o artista e sua discografia em:*


http://www.juniorcordeiro.com
 

@juniorcordeirooficial (Instagran)

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
João Pessoa - PB
Atualizado às 10h54
28°
Muitas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 23°
31°

Sensação

11 km/h

Vento

74%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Anúncio
Municípios
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
Anúncio
Anúncio