Sexta, 14 de Agosto de 2020
83 98864-4541
Geral “Lockdown

“Lockdown na construção civil de JP é injustificado”, diz presidente do Sinduscon-JP

“Lockdown na construção civil de JP é injustificado”, diz presidente do Sinduscon-JP

20/05/2020 10h31 Atualizada há 3 meses
Por: Nailson Júnior

A fala, indignada, do presidente do Sinduscon-JP, José William Montenegro Leal, se deu após a categoria ser surpreendida no último sábado (16) com um decreto do governo do estado que paralisa toda a atividade da construção civil na região metropolitana de João Pessoa a partir desta quarta-feira (20) até o próximo dia 31 em grande parte da área de abrangência da entidade e exaurir todas as tentativas de diálogo, sem êxito.

Ou seja, na Paraíba, foi antecipado, de forma oblíqua, um lockdown no setor considerado por recente decreto publicado pelo governo federal como essencial durante a pandemia da Covid-19, por alimentar uma cadeia produtiva, gerando milhares de empregos e fomentando a economia.

Em mensagem compartilhada em grupos de WhatsApp com os caros e heroicos empresários da construção civil da Capital, José William – desde sempre dado ao diálogo – lembra que há mais de dois meses o Sinduscon-JP instalou o chamado plantão Covid-19 para acompanhar a situação na região metropolitana, dialogar com o sindicato laboral, com as autoridades constituídas e orientar as suas filiadas acerca das ações a serem implementadas e desenvolvidas.

Conjunto de medidas

Imbuídas desse propósito, diretoria e associadas se mobilizaram e promoveram produziram cartilhas e boletins de prevenção, treinamentos e orientações jurídicas, além da adoção de várias medidas preventivas, a exemplo de distanciamento mínimo em refeitórios e elevadores nos canteiros de obras, tudo com o objetivo de preservar a saúde e empregos dos colaboradores, bem como manter as empresas.

“Ao longo de sua história, o Sinduscon-JP sempre procurou o diálogo como forma de resolver os problemas da categoria e neste delicado momento não seria diferente. Desde sábado (16), estamos conversando intensamente com o governo do estado e prefeituras com o intuito da suspensão ou a mitigação dos efeitos do citado decreto”, historiou.

Insensibilidade

Ele lamentou a insensibilidade por parte do governador João Azevêdo ante os inúmeros fatos postos e argumentos apresentados para subsidiar-lhe como contraponto ao decreto. “O construtor não é um disseminador de vírus, mas de emprego, geração e renda”, desabafou o presidente do Sinduscon-JP.

Ao final, renovou o compromisso de luta em continuar tentando reverter a situação, mas caso não seja possível a diretoria e associados cumprirão a medida governamental. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
João Pessoa - PB
Atualizado às 17h17 - Fonte: Climatempo
27°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 28°

29° Sensação
22 km/h Vento
70% Umidade do ar
90% (4mm) Chance de chuva
Amanhã (15/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 29°

Sol e Chuva
Domingo (16/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 27°

Sol com muitas nuvens e chuva