PBNEWS


Turismo

Setur prevê orçamento de R$ 5,4 milhões para 2016

A atual secretária de Turismo de João Pessoa, Grace Kelly Gomes Ferreira, apresentou, na manhã desta quarta-feira (11), o orçamento da pasta para o próximo ano, estimado em R$ 5.420.850,00. Durante a quinta audiência pública promovida pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) em torno da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de […]

11/11/2015 16:52

A atual secretária de Turismo de João Pessoa, Grace Kelly Gomes Ferreira, apresentou, na manhã

desta quarta-feira (11), o orçamento da pasta para o próximo ano, estimado em R$ 5.420.850,00.

Durante a quinta audiência pública promovida pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) em

torno da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2016, a gestora destacou as

principais ações previstas para melhorar o setor turístico da Capital paraibana.

Grace Kelly explicou que a Secretaria de Turismo (Setur) possui quatro diretorias, entre as quais

serão divididos os valores disponíveis para ações específicas. Para o Gabinete do Secretário, serão

R$ 125 mil, em sua maioria, destinados para despesas com contribuições e auxílios, capacitação e

treinamento de recursos humanos, integração intersetorial e integração da Setur com a comunidade

turística, além de manutenção do Conselho Municipal de Turismo.

Na Diretoria de Administração e Finanças, o orçamento engloba mais de R$ 1,7 milhão para

remuneração do pessoal ativo, além de R$ 55 mil para manutenção dos serviços administrativos e

R$ 10 mil divididos entre ampliação e reforma da Setur, aquisição de equipamentos e manutenção

do setor de informática, implementação e integração de sistemas gerenciais das despesas públicas e

benefícios assistenciais.

Já para a Diretoria de Desenvolvimento Institucional, cerca de R$ 3,3 milhões serão usados, em sua

maioria, para: implantação, recuperação e manutenção de equipamentos, prédios, estruturas e

unidades de interesse turístico (R$ 2.640.000,00); implantação, ampliação e manutenção de centros

de atendimento e postos de informações turísticas (R$ 521 mil); além de aumento na sinalização;

formatação de roteiros e atividades turísticas; apoio à sensibilização da atividade turística voltada

para crianças e adolescentes; entre outras ações.

Em relação ao Fundo Municipal de Turismo, que detém orçamento próprio de R$ 1 milhão, a

secretária Grace Kelly afirmou que sua função é viabilizar ações, projetos e eventos de natureza

turística realizados pela Setur. Ela também citou o apoio ao Centro de Atendimento ao Turista

(CAC), que está em andamento e pretende concentrar toda a oferta turística da cidade em um só

lugar, combatendo a clandestinidade e melhorando o turismo nacional e internacional no Município.

Questionada pelo vereador Bira (PSD) sobre a implementação do Plano Diretor de Turismo, a

secretária afirmou que estão sendo cumpridas as especificações lá colocadas, mas a gestão ainda

necessita, para sua efetivação, da participação das cidades vizinhas que também estão englobadas

pelo Plano.

Essa quinta audiência pública sobre a LOA 2016 foi presidida pelo atual relator da peça

orçamentária, o vereador Benilton Lucena (PSD), e secretariada pelo vereador Dinho (PMN), que é

Todas as leis municipais de autoria dos vereadores e os projetos em tramitação estão disponíveis no site da Câmara através do link do

Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL): http://177.200.32.195:9673/sapl/default_index_html

presidente da Comissão de Finanças, Orçamento, Obras e Administração Pública da CMJP.

Além do orçamento da Setur, também foram discutidos os valores referentes a outras sete

secretarias e órgãos municipais. A audiência pública ainda contou com a participação de vereadores

e sociedade civil organizada.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS