PBNEWS


Segurança

PC comemora dia do policial com entrega de medalhas

A Polícia Civil da Paraíba realizou, nesta terça-feira (18), no auditório da Academia de Polícia (Acadepol), que fica às margens da PB – 008, em Jacarapé, uma solenidade em comemoração ao Dia Nacional do Policial Civil. Durante o evento, foram homenageados policiais que perderam a vida em atividade e que passaram a fazer parte da […]

18/04/2017 19:17

A Polícia Civil da Paraíba realizou, nesta terça-feira (18), no auditório da Academia de Polícia (Acadepol), que fica às margens da PB – 008, em Jacarapé, uma solenidade em comemoração ao Dia Nacional do Policial Civil. Durante o evento, foram homenageados policiais que perderam a vida em atividade e que passaram a fazer parte da Galeria dos Herois da Polícia Civil, e ainda policiais que se destacaram em atos pessoais de abnegação e coragem, os quais receberam Medalha de Bravura, conferida com unanimidade pelos membros do Conselho Superior da instituição.

Receberam Medalha da Polícia Civil do Estado da Paraíba por Ato de Bravura, com aprovação unânime do Conselho Superior de Polícia Civil, o delegado Diego Garcia Farias de Queiroz e os agentes de investigação Adenilson Araújo de França, Alysson André Borges de Araújo, Eraldo Tavares Fausto Junior, que no exercício de suas funções e no cumprimento de suas missões de caráter policial se destacaram por atos pessoais de abnegação, coragem e bravura, com risco da própria vida.

O dia do Policial Civil é comemorado em 21 de abril, dia de Tiradentes, patrono dos policias, mas como a data é feriado as homenagens aos policiais civis foram antecipadas para esta terça feira (18). “Este é o momento de agradecer ao trabalho corajoso dos homens e mulheres da Polícia Civil da Paraíba, que, junto com os investimentos das novas tecnologias e infraestrutura em várias áreas, formam um conjunto de ações que qualificam cada vez mais o policial no combate ao crime. A Polícia Civil pertence ao povo da Paraíba e ao Estado e vem fazendo um trabalho de resultados, basta ver que a cada ano o número de elucidações de crimes vem melhorando mostrando a eficiência do trabalho”, disse a vice-governadora Lígia Feliciano.

Durante a solenidade, tiveram os nomes incluídos na Galeria dos ‘Herois da Polícia Civil’, como policiais que sacrificaram a própria vida em cumprimento do dever funcional, os agentes de investigação Abiel Poggi Coutinho, assassinado em 12 de novembro de 1987; Alexandre Fernandes Honório Medeiros, morto em 15 de agosto de 1987; Celso William Viana, vítima de homicídio no dia 3 de agosto de 1999; Evani Sousa do Bú, morto em 24 de dezembro de 1986; Francisco Camelo de Lacerda, falecido em 19 de dezembro de 1984; Marcos Pinho da Silva, assassinado em 26 de janeiro de 1989; e a escrivã Maria de Fátima Veras da Silva, morta em 28 de dezembro de 2012.
A Galeria dos Herois da Polícia Civil paraibana foi inaugurada em dezembro de 2015, estabelecida pela Resolução nº 04/2015, do Conselho Superior de Polícia Civil, e tem a pretensão de condecorar de forma póstuma todos os policiais civis que cumpriram seus trabalhos com honra ou que se distinguiram por atos pessoais e contribuíram para elevar o prestígio da instituição.

O primeiro policial a integrar a galeria foi o agente de investigação Marcos Vinícius de Sousa, assassinado no dia 6 de outubro de 2015, quando integrava uma equipe do Grupo Tático Especial (GTE) em Puxinanã e foi atingido por disparos de arma de fogo durante perseguição. Mesmo gravemente ferido, Marcos se manteve em seu posto até ser socorrido por companheiros para o Hospital de Trauma de Campina Grande, onde morreu.

“Hoje é um dia que me emociona muito porque muitos destes policiais que as famílias estão aqui para receber estes Certificados de Honra ao Mérito de Herói da Polícia Civil trabalharam comigo. Eu pedi para entregar o certificado de Alexandre, pois trabalhei diretamente com ele, era um homem de bem, trabalhador e foi morto com um tiro de fuzil durante um assalto ao um carro forte. Sei que para os parentes a dor de perder um familiar é muito grande, mas quero dizer aos que receberam os certificados pelos policiais que tombaram em serviço que os seus entes queridos estavam exercendo uma missão nobre que é de servir a sociedade, morreram em decorrência de um serviço policial e por isso como presidente do Conselho Superior de Polícia Civil fiz a propositura e foi aprovado este certificado, bem como a criação da galeria de herois da PC, justamente pra gravarmos na memória dos atuais policiais e dos que virão a importância desses homens”, falou o delegado Geral da Policia Civil, João Alves.

O secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Cláudio Lima, destacou a importância dos policias civis para a Paraíba e a justa comemoração pelo dia dos herois que saem diariamente das suas casas e travam uma luta incansável para garantir a segurança da população. “O emprenho destes policiais ajuda a reduzir os índices de violência na Paraíba. Esta data tão importante para Polícia Civil vem exatamente depois do feriado da Semana Santa, em que a segurança teve o número de ocorrências reduzido em quase 60%, se comparado com o mesmo período do ano passado. E por causa de resultados como estes o nosso Programa Paraíba Unida Pela Paz está concorrendo e pode ganhar o prêmio 2017 da Organização das Nações Unidas (ONU). Estamos muito felizes com esta indicação que é o resultado de um trabalho integrado das polícias da Paraíba, que tem como principal objetivo reduzir os índice de criminalidade no nosso Estado e também garantir a segurança dos cidadãos”, concluiu Claudio Lima.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS