PBNEWS


Saúde

ICV prevê ambulatório para bebês com microcefalia

A diretora-geral do Instituto Cândida Vargas (ICV), Ana de Lourdes, anunciou, na manhã desta segunda-feira (9), a criação de um ambulatório especializado para o tratamento de bebês com microcefalia. O anúncio aconteceu na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), durante a primeira audiência pública para discutir a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) para o exercício […]

09/05/2016 16:30

A diretora-geral do Instituto Cândida Vargas (ICV), Ana de Lourdes, anunciou, na manhã desta

segunda-feira (9), a criação de um ambulatório especializado para o tratamento de bebês com

microcefalia. O anúncio aconteceu na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), durante a

primeira audiência pública para discutir a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) para o exercício

financeiro de 2017. Nesta primeira audiência, os representantes da Secretaria Municipal da Saúde

(SMS) e do ICV falaram sobre as prioridades das pastas.

Ana de Lourdes destacou que a assistência ambulatorial e hospitalar especializada para bebês com

microcefalia contará com a triagem, ou seja, a realização de uma série de exames para o diagnóstico

da malformação. E, a partir do diagnóstico, segundo a diretora-geral, o acompanhamento será

realizado com profissionais especializados, como fisioterapeutas e fonoaudiólogos.

De acordo com a gestora, ainda será implantada a assistência ambulatorial e hospitalar especializada

em cardiologia fetal e neonatal, com a realização de exames como ecocardiograma fetal.

Casa Mãe Bebê

Segundo a diretora-geral do ICV, também é uma previsão para 2017 a aquisição de um anexo ao

Instituto, uma casa para abrigar as mães de crianças que se encontrem internadas na Unidade de

Tratamento Intensivo (UTI) do órgão.

“Nosso desejo é que consigamos nosso espaço ‘Casa Mãe Bebê’, uma grande aquisição na qual as

mães de todas as crianças que estejam na UTI ficariam hospedadas”, explicou Ana de Lourdes.

Ações voltadas para o trabalhador do ICV

Como prioridade para o trabalhador do ICV, será desenvolvido um programa de capacitação de

profissionais, de atenção de saúde com ambulatório específico e atividade física, realização de

campanhas educativas e preventivas à saúde, além da implementação do ambulatório de fisioterapia

e psicologia para os colaboradores acometidos de doenças ocupacionais.

“São ações com o objetivo de fortalecer essa assistência ao trabalhador, a fim de que ele esteja bem

para atender nossos usuários”, enfatizou Ana de Lourdes.

Incentivo do Banco de Leite

Todas as leis municipais de autoria dos vereadores e os projetos em tramitação estão disponíveis no site da Câmara através do link do

Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL): http://177.200.32.195:9673/sapl/default_index_html

A divulgação e a expansão das ações do Banco de Leite humano e da política de aleitamento

materno também serão priorizadas. “Precisamos de um veículo de divulgação para melhorar nosso

aporte de leite materno. É de extrema importância a doação de leite para não deixarmos nossos

bebês prematuros sem suporte alimentar”, ressaltou. Ainda haverá a promoção do Dia Mundial do

Aleitamento Materno, com a realização de feiras e divulgação de informações sobre o aleitamento.

Investimentos em Vigilância Eletrônica

Ana de Lourdes destacou a importância dos investimentos em vigilância eletrônica no Instituto.

“Esses investimentos são necessários para que nenhuma situação fuja ao nosso controle. Temos um

fluxo muito aberto de visitantes e precisamos de mecanismos e instrumentos que promovam

segurança, para não ficarmos vulneráveis”, afirmou.

O documento da LDO da pasta prevê a aquisição de 30 equipamentos de vigilância eletrônica 24

horas para promover a segurança na área física do ICV, protegendo tanto funcionários, quanto

pacientes do Instituto.

Casa de Parto de JP

O vereador Raoni Mendes questionou Ana de Lourdes sobre o andamento da construção da Casa de

Parto da Capital. A diretora-geral respondeu que os recursos para a construção do equipamento já

foram liberados. “Esperamos, com grande ansiedade, que este ano tenhamos a construção da Casa

de Parto. A Caixa Econômica Federal já liberou os recursos e a Casa será construída ainda em

2016”, garantiu.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS