PBNEWS


Câmara

Psicóloga com trabalho em defesa da criança e do adolescente é homenageada pela Câmara de JP

Natural de Patos, Ana Maria Soares de Mello e Silva foi agraciada com Título de Cidadã Pessoense durante solenidade realizada nesta terça-feira

06/06/2018 14:56

A psicóloga Ana Maria Soares de Mello e Silva, natural da cidade de Patos, recebeu o Título de Cidadão Pessoense pelos relevantes serviços prestados na defesa do direito das crianças e adolescentes, com projetos sociais importantes e atuações efetivas nos vários cargos públicos que exerceu. A propositura, para conceder a horaria, foi requerida em 1997 pelo então vereador Mário Cahino e foi entregue na tarde desta terça-feira (5) pelo vereador Leo Bezerra (PSB).

“É uma homenagem muito importante na minha vida. Eu sempre me senti filha de João Pessoa. Temos uma terra, mãe biológica, que é Patos. E uma terra, mãe adotiva, que é a Capital paraibana”, declarou Ana Maria Soares, momentos antes do início da sessão solene, realizada no plenário do auditório Fernando Paulo Carrilho Milanez, no anexo da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP).

Ana Maria é casada com Roberto Cid Gomes e mãe de Roberta, Bivar, Antônio e Renata. Há mais de 30 anos na profissão, a homenageada, conhecida popularmente como “Ana Maria da Fundac”, atuou como psicóloga clínica com atendimento no Centro Atualizante da Pessoa, foi diretora de emprego e renda da Fundação do Trabalho e Ação Comunitária (FAC), presidente da Fundação de Desenvolvimento da Criança e Adolescente (Fundac), além de conselheira e presidente da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Regional de Psicologia (CRP).

Como principais projetos sociais, ela participou da articulação e mobilização de segmentos envolvidos com a implantação do Estatuto da Criança e do Adolescente, em cumprimento a Lei nº 8069/90, e da implantação também do projeto Reviver – Atendimento às Crianças e Adolescentes, do sexo feminino, em situação de risco pessoal e social.

O vereador Marcos Henriques (PT) secretariou os trabalhos da mesa, que teve a composição, ainda, do desembargador aposentado Leôncio Teixeira, de Glória Cunha Lima, da ex-secretaria Isa Arrochelas e de Yago Marcolino, neto da homenageada.

“Ana Maria desenvolveu um trabalho crucial na defesa dos direitos da criança e do adolescente. Salvou a vida de vários meninos e meninas que viviam em situação de risco total, num meio social cruel e de completo abandono”, afirmou o vereador Leo Bezerra.

O parlamentar ressaltou que a Câmara dos Vereadores da Capital faz, neste dia, uma homenagem merecida e justa a uma mulher que, segundo ele, dedicou sua vida e seu trabalho numa luta incansável para garantir uma qualidade de vida bem melhor aos jovens em situação de vulnerabilidade.

“Nós estamos, hoje, fazendo essa homenagem justa a uma pessoa que realmente merece todo o nosso carinho e respeito”, acrescentou o socialista.

Familiares e amigos falam da homenageada

Isa Arrochelas, Yago e a presidente da Rede de Combate ao Câncer, Márcia Serpa, ocuparam a tribuna do plenário para falar um pouco sobre a homenageada. “Hoje, esse título que você recebe não é apenas fruto de sua competência, durante sua vida pública, mas o resultado de muita dedicação de querer ajudar o próximo”, ressaltou Yago.

Para Isa, João Pessoa ganhou hoje uma das filhas mais ilustres, que tem em todo o Estado um trabalho de ajuda aos jovens em situação de risco. Já Márcia fez questão de destacar que Ana tem uma grande legado e uma bela lição de vida.

A sessão contou, ainda, com a presença de familiares e amigos da psicóloga. Para abrilhantar o evento, o Coral Antônio Leite Figueiredo, da CMJP, regido pela maestrina Socorro Estrela, cantou, com o apoio do preparador vocal Paulo Brasil, o ‘Hino Nacional Brasileiro’ e ‘Meu Sublime Torrão’.

Fonte :Paulo de Pádua / CMJP

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS