PBNEWS


Câmara

Câmara de JP discute os impactos da duplicação da BR- 230 na Comunidade São Rafael

O vereador Marcos Henriques (PT) propôs a discussão, que contou com a participação dos moradores da localidade e autoridades ligadas à questão

20/06/2018 15:25

‘Os impactos das Obras de Duplicação da BR-230 na Comunidade São Rafael’ foi tema de discussão na Câmara Municipal de João Pessoa, na tarde desta terça-feira (19). A audiência pública, proposta pelo vereador Marcos Henriques (PT), aconteceu no Plenário Fernando Paulo Carrilho Milanez, no anexo da Casa e contou com a participação dos moradores da localidade e autoridades ligadas à questão.

Marcos Henriques esclareceu que o Ministro dos Transportes esteve em Campina Grande, no último dia 5 de março, para assinar a ordem de serviço do trecho a ser duplicado, que vai causar impacto na vida dos moradores de toda região próxima a comunidade São Rafael. “Até o momento ninguém se dispôs a ir à comunidade para informar quais serão as modificações que ocorrerão no trecho da BR-230 que margeia a São Rafael. Nessa audiência técnica vamos embasar a discussão para receber o conhecimento necessário sobre essa obra tão impactante na região”, justificou.

O supervisor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes na Paraíba na secção Santa Rita Rainer Rembrandt Pierre Branco fez uma explanação sobre o projeto de duplicação e elencou os principais pontos de preocupação da população. De acordo com ele, a obra teve início em março de 2017 e vai construir mais uma faixa de rolamento nos dois sentidos da rodovia, além de viadutos e passarelas para disciplinar o tráfego.

“O Denit realizou amplos estudos para elaboração deste projeto para melhor atender a necessidade da população. Nesse trecho que estamos discutindo hoje não haverá nenhuma desapropriação, porque não vamos adentrar na comunidade, assim com também não vamos adentrar na Reserva Ambiental da Mata do Buraquinho. Estamos bastante otimistas que toda comunidade de João Pessoa possam circular de maneira mais segura e confortável”, falou.

Moradores se pronunciam

Os moradores da comunidade que falaram da tribuna destacaram como prioridade a construção de uma passarela em local que seja de maior praticidade e com ligação direta com o bairro Castelo Branco; a garantia de que nenhuma residência seja realocada; além de conhecer a planta do projeto na íntegra para evitar futuras surpresas desagradáveis.

“Precisamos ver a planta dessa obra para sabermos como ela será realizada de fato na nossa região. E se não haverá grandes impactos em nossas vidas”, comentou Flávio Gomes diretor de administração do Centro Popular de Cultura e Comunicação (CPCC) da São Rafael.

Ao final da audiência, o vereador Marcos Henriques apresentou os seguintes encaminhamentos: a formação de uma comissão para, em visita ao DNIT conhecer a planta do projeto em 3D; a solicitação de uma cópia do projeto executivo das obra e que o gerenciamento dela seja feita com consulta à comunidade; e a realização de uma reunião com a comunidade para demonstração e explicações sobre o projeto.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS