PBNEWS


Política

Presidente da UBAM diz que Zé Maranhão é uma reserva moral da Paraíba

Após encontro com o Senador José Targino Maranhão (PMDB), na Sede do partido em João Pessoa, ocasião na qual assinou sua filiação ao PMDB, o presidente da União Brasileira de Municípios (UBAM), executivo Leo Santana, destacou os grandes avanços alcançados pela Paraíba durante o governo Maranhão, que, segundo ele, foi o único governador de conseguiu […]

19/10/2017 17:26

Após encontro com o Senador José Targino Maranhão (PMDB), na Sede do partido em João Pessoa, ocasião na qual assinou sua filiação ao PMDB, o presidente da União Brasileira de Municípios (UBAM), executivo Leo Santana, destacou os grandes avanços alcançados pela Paraíba durante o governo Maranhão, que, segundo ele, foi o único governador de conseguiu apagar todos os candeeiros pelo Estado a fora, levando iluminação pública e energia a zona rural, além das barragens, cisternas, estradas, viadutos e obras em parceria com o governo federal, a exemplo da duplicação da BR230, e um outro conceito de educação e saúde, com a construção de novas salas de aula e a inauguração do Hospital de Traumas.

Leo Santana, que já pertenceu aos quadros do PMDB, com ficha abonada em 1985 pelo memorável deputado Ulisses Guimarães, volta agora à legenda, com o objetivo de tentar uma das 12 vagas na Câmara dos Deputados, já que, segundo ele, o congresso nacional é muito lento e não atua em prol dos Municípios, fazendo mofar nas gavetas dos gabinetes propostas apresentadas pela UBAM, para que se promovessem mudanças no código tributário, possibilitando uma melhor distribuição dos recursos públicos.

O dirigente municipalista lamentou a inércia do congresso nacional que ao longo desses 30 anos demonstrou muita lentidão em relação às propostas que visam fortalecer as cidades, a exemplo da reformulação do pacto federativo, apresentada pela Ubam em 2009, proposta que nem sequer foi discutida em plenário, além de outras propostas de emendas a Constituição Federal, que se tivessem sido aprovadas teriam livrado os municípios do caos financeiro que paira sobre a maioria das 5.578 prefeituras do país.

RESERVA MORAL
Leo Santana prever que em 2018 o povo paraibano usará o critério da experiência, da moralidade, da decência e de uma ficha limpa, que vão nortear a escolha do próximo governador do Estado.
Ele disse que o Senador José Maranhão terá muitas vantagens a frente dos pretensos candidatos ao Palácio da Redenção, principalmente porque “Zé Maranhão é considerado uma das maiores reservas morais do Estado”, tendo um passado limpo e uma coleção de obras de infra-estrutura por todos os municípios da Paraíba, mesmo os não aliados.

“Zé nem ainda lançou candidatura, e em cada cidade que chegamos há um clima de satisfação, tanto das lideranças políticas, como da população em geral, porque o povo não esquece do chamado “Mestre de Obra”, que encheu de canteiro de obras esse Estado, com austeridade, desenvolvimento e responsabilidade com a coisa pública com um passado limpo. E é isso que o povo quer”.

Ascom – Ubam

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS