PBNEWS


Policial

Polícia desarticula ponto de fabricação de lança-perfume na Zona Sul da Capital

Na casa, a polícia encontrou outras garrafas e frascos, que totalizaram 61 recipientes com loló, álcool, clorofórmio, éter e tricloroetileno, utilizado como solvente. “Deste total, 17 garrafas já estavam com loló prontos para a venda.

01/01/2018 20:27

A Polícia Militar desarticulou um ponto clandestino de fabricação do entorpecente lança-perfume, conhecido popularmente como loló, e que possivelmente estava sendo preparado para ser vendido no Reveillon em João Pessoa. A apreensão de mais de 50 garrafas e frascos com álcool, éter, clorofórmio e loló foi realizada na noite de sábado (30), na comunidade do Timbó, zona sul da Capital.

Policiais das Rondas Ostensivas Táticas Com Apoios de Motocicletas (Rotam), do 5º Batalhão, realizavam abordagens no Timbó, quando perceberam que um homem que saía de uma casa fugiu ao ver a presença da PM. Os policiais foram averiguar, mas não conseguiram encontrar o suspeito. “Na frente da casa que estava aberta e de onde o suspeito fugiu, encontramos um carro com garrafas com substâncias para fabricação de loló, como clorofórmio e álcool”, disse o sargento Dennis dos Santos, que coordenou a ação.

Na casa, a polícia encontrou outras garrafas e frascos, que totalizaram 61 recipientes com loló, álcool, clorofórmio, éter e tricloroetileno, utilizado como solvente. “Deste total, 17 garrafas já estavam com loló prontos para a venda. Temos a suspeita de que o entorpecente que ainda estava sendo fabricado seria vendido neste Reveillon”, comentou o sargento. No local, ninguém foi preso, mas as garrafas e produtos encontrados, além do carro, foram entregues à Central de Flagrantes.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS