PBNEWS


Policial

Polícia intercepta carga com 15 kg drogas que seria distribuída no centro da Capital

A droga estava dentro de um saco, no banco de trás de um carro que foi abordado pela PM no bairro do Altiplano.

11/09/2017 10:13

A Polícia Militar interceptou uma carga de 15 kg de maconha prensada, na noite desse domingo (10), que teria sido trazida do estado de Pernambuco para ser distribuída no Centro da cidade de João Pessoa. A droga estava dentro de um saco, no banco de trás de um carro que foi abordado pela PM no bairro do Altiplano.
O motorista do veículo, um homem de 41 anos que cumpre, em regime condicional, uma pena por roubo, assumiu que a droga era dele e que teria recebido um dinheiro para pegar o entorpecente de um carro, na Avenida Hilton Souto Maior, em Mangabeira, e levar até o Centro da cidade, mas sem dizer quanto receberia pelo serviço e nem as pessoas que estariam envolvidas no esquema do tráfico. Ele estava no veículo com uma mulher de 35 anos, que foi liberada na delegacia após depoimento.
De acordo com o tenente Bertuni Silva, da Força Tática do 5º Batalhão, a Polícia Militar já vinha recebendo informes sobre o suspeito e o acompanhou desde o recebimento da droga em Mangabeira. “Após receber a informação da Coordenadoria de Inteligência da PM de que o carro tinha pego uma carga de droga e estava indo em direção ao bairro do Altiplano, foi montado um grande cerco com a Força Tática e equipes da CEATur (Companhia Especializada em Apoio ao Turista), houve perseguição, pois ele tentou escapar, mas o acusado não conseguiu fugir de nossa ação, perdeu o controle do carro e subiu em um canteiro, sendo preso em flagrante com toda a droga”, contou.
Apesar de alegar que seria apenas uma espécie de transportador de aluguel da droga, a PM descobriu possíveis envolvimentos dele com outros crimes, inclusive de roubo – crime que ele já cumpre pena, mas com o benefício de ser em liberdade, no regime condicional. O suspeito é morador do bairro do Bessa, mas possuía casas também na comunidade do Aratu, em Mangabeira, e no Valentina.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS