PBNEWS


Policial

PC prende homem tentando sacar R$ 75 mil com CNH falsa

Uma ação conjunta da Força Tática do 1º Batalhão de Polícia Militar e da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa, (DDF) resultou na prisão, na tarde desta quinta-feira (29), de Rodrigo Merola Antunes, 32 anos, natural da cidade de Santos/São Paulo, após constatação de fraude perante uma agência bancária situada na Av. Epitácio […]

29/06/2017 18:40

Uma ação conjunta da Força Tática do 1º Batalhão de Polícia Militar e da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa, (DDF) resultou na prisão, na tarde desta quinta-feira (29), de Rodrigo Merola Antunes, 32 anos, natural da cidade de Santos/São Paulo, após constatação de fraude perante uma agência bancária situada na Av. Epitácio Pessoa, em João Pessoa.
De acordo com informações policiais, os golpistas entraram em contato com a agência bancária no início da semana, agendando um saque no valor de R$ 75 mil, informando que um “motorista” iria fazer o saque dos valores agendados. A agência desconfiou da conduta e entrou em contato com o banco de São Paulo, descobrindo que o titular da conta havia sido vítima de um golpe e que seu número de telefone havia sido hackeado, ou seja, os golpistas estavam acessando todas as informações pessoais do titular da conta bancária, inclusive número pessoal de telefone. A agência, então, aguardou o comparecimento do suspeito, marcado para a tarde desta quinta-feira.
Ainda conforme levantamentos da Polícia, antes de vir a João Pessoa, o suspeito tentou sacar a quantia de R$ 50 mil em uma agência da cidade de Campina Grande, na tarde dessa quarta-feira (28), utilizando uma carteira nacional de habilitação (CNH) falsa, mas saiu da agência sem que qualquer valor fosse sacado e conseguiu evadir-se do local antes que a fraude fosse descoberta. Ao comparecer à agência de João Pessoa, o suspeito, já identificado em face de ter utilizado a mesma CNH usada na tentativa do golpe em Campina Grande, foi abordado por policiais militares e conduzido à Delegacia de Defraudações para a aplicação dos procedimentos cabíveis.
Durante depoimento, Rodrigo Merola informou ter escolhido a Paraíba para a execução de suas condutas por achar que não seria descoberto. O suspeito foi preso em flagrante pelos crimes de estelionato, uso de documento falso e falsa identidade, podendo ser condenado a mais de 12 anos de reclusão e será apresentado à audiência de custódia nesta sexta-feira (30). Quaisquer denúncias sobre crimes desta natureza poderão ser encaminhadas à Polícia Civil por meio do telefone 197 – Disque Denúncia da Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba, com sigilo garantido.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS