PBNEWS


Luto

Câmara de João Pessoa lamenta morte do vereador Pedro Alberto Coutinho

Parlamentar teria sofrido um infarto fulminante durante uma partida de futebol na tarde desta sexta-feira

19/05/2017 17:30

Morreu na tarde desta sexta-feira (19) o vereador pessoense Pedro Alberto Coutinho (PHS). De acordo com informações preliminares, o parlamentar participava de um jogo de futebol na Vila Olímpica Parahyba, em João Pessoa, quando teria sofrido um infarto fulminante. O corpo foi encaminhado ao Hospital Padre Zé para os procedimentos legais. Ainda não há informações sobre o velório e o enterro do parlamentar.
A morte repentina do parlamentar ocorre 16 dias após o falecimento da mãe dele e deixou todos consternados. No dia anterior, Pedro Coutinho conduziu normalmente mais uma reunião da Comissão de Regimento Interno da CMJP, da qual era presidente, função que desempenhava com dedicação e afinco.
Professor de Direito, Legislação e Inglês, Pedro Alberto Coutinho tinha 57 anos e era o vereador em exercício mais antigo da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), com sete mandatos – o último deles, eleito com 4.704 votos. Em 34 anos de vida pública, foi também secretário de Ação Social, Chefe de Gabinete da Prefeitura de João Pessoa, secretário-chefe da Casa Civil e Superintendente do Instituto de Previdência Municipal (IPM). Deixa esposa e três filhos.
Em nota, a Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa lamentou a morte repentina do vereador Pedro Alberto Coutinho. Confira a íntegra:
É com profundo pesar e consternação que a Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa recebeu, na tarde desta sexta-feira (19), a notícia do falecimento repentino do vereador Pedro Alberto Coutinho (PHS).
Parlamentar por sete mandatos, Pedro deixa um legado de trabalho e dedicação à população de João Pessoa.
Pedro Coutinho era funcionário aposentado da Caixa Econômica Federal. Foi secretário de Ação Social, chefe de gabinete do prefeito de João Pessoa, secretário-chefe da Casa Civil e superintendente do Instituto de Previdência Municipal (IPM).
Com 57 anos, o parlamentar deixa esposa e filhos.
Que a luz e o amor divino possam aplacar o sofrimento da família neste momento de dor.

Fonte : Secom/CMJP

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS