PBNEWS


Esportes

Paulinho marca três, Brasil goleia o Uruguai e fica bem próximo da Copa de 2018

Uruguai – A seleção brasileira conseguiu mais um resultado positivo sob o comando de Tite nas Eliminatórias para a Copa da Rússia em 2018. Contra o Uruguai, no Centenário, o Brasil saiu atrás, mas virou para cima dos rivais e venceu por 4 a 1 em confronto nesta quinta-feira.

23/03/2017 23:31

Uruguai – A seleção brasileira conseguiu mais um resultado positivo sob o comando de Tite nas Eliminatórias para a Copa da Rússia em 2018. Contra o Uruguai, no Centenário, o Brasil saiu atrás, mas virou para cima dos rivais e venceu por 4 a 1 em confronto nesta quinta-feira. Com o resultado, a seleção brasileira se consolidou na liderança.


Brasil conseguiu mais uma vitória nas Eliminatórias
Pedro Martins / MoWA Press
O JOGO

Os gols da partida foram marcados por Paulinho, três vezes e Neymar. Cavani fez o gols dos uruguaios. A vitória foi a sétima seguida da seleção brasileira nas Eliminatórias, a sétima com Tite no comando.

O resultado deixou o Brasil muito próximo de carimbar a vaga para a Copa do Mundo de 2018. A seleção brasileira volta a jogar na terça-feira contra o Paraguai, em São Paulo. Já o Uruguai encara o Peru no mesmo dia, em Lima.

Brasil e Uruguai fizeram um primeiro tempo bem movimentado no Centenário, com chances para as duas seleções. A equipe verde e amarela começou criando a primeira chance. Com três minutos, Neymar arranco de trás do meio de campo, e serviu Coutinho, o jogador do Liverpool bateu para o gol, mas Firmino não esperava a falha uruguaia e acabou não conseguindo o desvio.

No primeiro lance perigoso, o Uruguai abriu o placar. Aos oito minutos, depois de levantamento para a área do Brasil, Marcelo recuou fraco para Alisson, Cavani se antecipou e foi derrubado pelo goleiro, pênalti. No cobrança, o atacante do PSG finalizou forte, sem chance de defesa para o arqueiro da seleção brasileira.

Aos 18 minutos, o Brasil conseguiu o seu empate. Neymar arrancou e tocou para Paulinho, volante brasileiro acertou um belo chute de fora da área, sem chances de defesa para o goleiro Martín Silva.

Antes do fim da primeira etapa, as duas equipes tiveram mais duas boas chances. Aos 31 minutos, Daniel Alves levantou a bola na área e Casemiro finalizou, porém, Maxi Pereira evitou que a bola fosse para as redes uruguaias. Cinco minutos depois, a seleção da casa quase fez o segundo em cabeçada de Vecino, que foi para fora.

LEIA MAIS
Miranda rasga elogios a Neymar: ‘Jogador em melhor fase na atualidade’

O Brasil volto no mesmo embalo para o segundo tempo e conseguiu o segundo gol, logo no começo. Após bela jogada de Firmino, o atacante girou, bateu par o gol, Martín Silva largou e Paulinho apareceu para concluir para o fundo das redes e marcar o segundo gol.

A seleção uruguaia partiu para o ataque e criou duas chances claras de gol em dois minutos. Aos 15, Cavani soltou a bomba e Alisson defendeu. No lance seguinte, a bola foi jogada na área brasileira e Stuani quase empatou a partida.

Até que chegou a vez do gol dele. Após lançamento de Paulinho, Neymar ganhou na corrida da defesa do Uruguai e tocou por cobertura, vencendo goleiro Martín Silva e ampliando a vantagem do Brasil no Centenário.

Ainda houve tempo para mais um. Daniel Alves viu Paulinho livre e o volante apareceu para de peito, marcar mais um e fechar a goleada brasileira no Centenário.

FICHA TÉCNICA
URUGUAI 1 X 4 BRASIL

Local: Estadio Centenário, Montevidéu (URU)
Árbitro: Patricio Lousteau (ARG)
Público/renda: Não disponíveis
Cartões amarelos: Maxi Pereira, Coates e Godín (URU), Marcelo, Daniel Alves e Casemiro (BRA)
Cartões vermelhos: –
Gols: Cavani (9’/1ºT) (1-0), Paulinho (18’/1ºT), Paulinho (6’/2ºT) (1-2), Neymar (29’/2ºT) (1-3), Paulinho (47’/2ºT) (1-4)

URUGUAI: Martín Silva; Maxi Pereira, Coates, Godín e Gastón Silva; Arévalo Ríos, Vecino, Carlos Sánchez (Abel Hernández, aos 31’/2ºT) e Cristian Rodríguez; Diego Rolán (Stuani, aos 12’/2ºT) e Edinson Cavani. Técnico: Óscar Tabárez.

BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro; Philippe Coutinho (Willian, aos 40’/2ºT), Paulinho, Renato Augusto (Fernandinho, aos 36’/2ºT) e Neymar; Roberto Firmino (Diego Souza, aos 43’/2ºT). Técnico: Tite.

Fonte : O DIA

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS