PBNEWS


Esportes

Vendas de ingressos para Jogos Paralímpicos chegam a 24% do total

Comitê Rio 2016 informou que 600 mil ingressos já foram vendidos

25/08/2016 15:05

or mostrar preocupação com arenas vazias e encalhe de ingressos nos Jogos Paralímpicos, a procura pelas entradas para as competições que vão de 7 a 18 de setembro aumentou bastante nos últimos dias. O Comitê Rio 2016 informou ontem que 600 mil ingressos já tinham sido vendidos, o que representa 24% do total de 2,5 milhões disponibilizados.

O aumento da procura ocorreu principalmente após o término da olimpíada. No último dia do evento, no domingo, foram vendidas 50 mil entradas. Na segunda-feira, as vendas dobraram e chegaram a 100 mil, passando para 133 mil, na terça-feira (último dado disponível no balanço).

Vendas de ingressos para os Jogos Paralímpicos chegam a 24% do total e pedidos mais que dobram após fim da OlimpíadaRenato Sette Camara / Prefeitura do Rio / Divulgação

O objetivo da Rio 2016 é vender pelo menos 80% das entradas e arrecadar R$ 80 milhões para cobrir custos da competição, que chegou a ficar ameaçada pela falta de recursos e recebeu a promessa de ajuda financeira dos governos federal e municipal. Ao contrário dos times olímpicos, as delegações paralímpicas precisam de recursos do comitê para viagens. Por isso, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) faz campanha nas redes sociais convocando o público a prestigiar as disputas esportivas.

A dificuldade na venda de ingressos, na última semana, preocupou o presidente do Comitê Paralímpico Internacional, Philip Craven, que reconheceu que vai ser difícil encher as arenas, como ocorreu em edições anteriores, como Londres, quando os 2,7 milhões de ingressos acabaram.

O diretor de ingressos do comitê organizador, Donovan Ferreti, afirma, no entanto, que a procura tem aumentado dia a dia e entradas para sessões mais disputadas, como atletismo, judô e futebol de cinco, com grande chances de medalhas brasileiras, estão com ingressos praticamente esgotados para finais ou semifinais. Para as demais, como natação e goalball, ainda há entradas disponíveis entre R$ 10 e R$ 90. “Os jogos estão em curva ascendente, passamos a ter volume alto de venda e percebemos pessoas se engajando em vir apoiar atletas”, disse Donovam, destacando que o valor das entradas é mais acessível em relação à Olimpíada. “É menor que a de cinema”, completa.

O governo estadual anunciou ontem que vai distribuir 33 mil ingressos a estudantes, com prioridade para alunos com deficiência da rede estadual. A parceria prevê transporte, lanche, crachá e camisetas para os jovens que irão aos estádios e arenas dos parques olímpicos da Barra da Tijuca e de Deodoro.

Parque Madureira acessível

A expansão do Parque Madureira, que se estenderá até Honório Gurgel, e que será inaugurada na semana que vem, também vai garantir a acessibilidade de cadeirantes e deficientes físicos. Toda a extensão da nova área do parque contará com percursos e equipamentos acessíveis, com sinalização adequada e rampas, garantindo o acesso dos visitantes. Na maior parte das travessias das ruas foi adotada a técnica ‘trafic calm’, em nível, facilitando os acessos. O parque será ampliado de 1,3 km de extensão para 4,5 km e contará com 2.810 metros lineares de trilha acessível.

Deficientes visuais poderão se localizar por meio de pisos e mapas táteis, que estarão disponíveis em toda a área. Nos banheiros públicos, foram instalados sanitários para cadeirantes. E os bebedouros serão totalmente acessíveis.

Até o fim deste ano, mais um trecho da ampliação do parque, de 64.023 metros quadrados, será entregue e já prevê a disponibilidade 1.225 metros lineares de trilha acessível, com piso podotátil.

Entre os novos equipamentos a serem entregues nesta fase está a Academia Carioca, cujo projeto contemplou a implantação de aparelhos especialmente adaptados aos cadeirantes, como supino alto; inclinado; simulador de remada e puxada alta.

Entradas até R$ 30 são 80%

O comitê organizador informou que 2 milhões de ingressos (80% do total) custam até R$ 30. As entradas para as mais de 300 sessões esportivas custam entre R$ 10 e R$ 130. Só as cerimônias de abertura e encerramento é que têm ingressos mais caros, de R$ 100 a R$ 1.200, e de R$ 100 a R$ 1.000, respectivamente. As competições incluem 23 esportes, sendo dois estreantes em paralimpíadas, a canoagem e o triatlo. Cerca de 80% dos ingressos são destinados a venda para brasileiros e 20%, estrangeiros. A compra pode ser feita pela internet, no site www.rio2016.com/ingressos.

Uma das novidades em relação à Olimpíada é a venda de ingressos (mínimo de 18) para escolas e grupos com projetos de educação pelo e-mail vgrupos@rio2016.com.

Fonte: Agência Brasil

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS