PBNEWS


Economia

Preço da cesta básica em JP subiu 3,23% em maio

O valor total dos itens básicos de alimentação em João Pessoa no mês de maio subiu 3,23% em relação ao mês de abril, acumulando desde janeiro de 2017 um aumento de 3,35%. Na relação com os últimos doze meses, o percentual sobe para 5,71%.

02/06/2017 08:52

O valor total dos itens básicos de alimentação em João Pessoa no mês de maio subiu 3,23% em relação ao mês de abril, acumulando desde janeiro de 2017 um aumento de 3,35%. Na relação com os últimos doze meses, o percentual sobe para 5,71%. Os dados da cesta básica constam de estudo divulgado nesta quinta-feira (1º) pela Secretaria de Estado do Planejamento Orçamento e Gestão (Seplag).

O custo total da cesta básica atingiu R$ 381,66 em maio, quando em abril era R$ 369,72. Um trabalhador que em maio ganhou um salário mínimo de R$ 937,00 precisou trabalhar o equivalente a 89 horas e 35 minutos para adquirir sua alimentação individual. Uma família composta por quatro pessoas teria que dispor de R$ 1.526,64. No mesmo período do ano anterior, a cesta básica custava R$ 361,01, com uma variação mensal de 0,61% e os acumulados eram de 14,24% no ano e 18,76% em doze meses.

Esse aumento no preço da cesta no mês de maio resultou dos acréscimos de preços médios registrados em produtos como banana e laranja (7,74%), pão francês (7,23%), abóbora, beterraba, batata-inglesa, cenoura e tomate (6,19%), feijão (2,90%), farinha de mandioca (2,16%), leite pasteurizado (2,11%), açúcar (1,65%), carnes (1,50%) e café moído (0,60%). Por outro lado, foram verificadas quedas de preços do óleo de soja (5,17%), da margarina (4,42%) e raízes como inhame, batata-doce e macaxeira (0,69%). Os preços do arroz mantiveram-se estáveis.

A ração essencial mínima, conhecida como cesta básica, é definida pelo Decreto-Lei nº 399, de 30 de abril de 1938, estabelecendo 13 produtos alimentares básicos (arroz, feijão, carnes, farinha de mandioca, café, pão, leite, açúcar, margarina, óleo de soja, legumes, frutas e raízes) e suas respectivas quantidades, passou a representar aproximadamente 40,73% do salário mínimo.

GASTO MENSAL E HORAS DE TRABALHO NECESSÁRIAS Á AQUISIÇÃO DA CESTA BÁSICA
Maio/2017
PRODUTOS QUANTIDADE PREÇO (R$)
GASTO MÉDIO / MENSAL TEMPO
Arroz 3,6 kg
3,25 11,70 2h 45 min.
Feijão 4,5 kg
10,29 46,31 10h 52 min.
Carnes 4,5 kg
21,61 97,25 22h 50 min.
Farinha de Mandioca 3,0 kg
6,14 18,42 4h 19 min.
Café Moído 0,3 kg
20,20 6,06 1h 25 min.
Pão Francês 60 und
0,89 53,40 12 h 32 min.
Leite Pasteurizado 6,0 l
3,39 20,34 4h 46 min.
Açúcar 3,0 kg
3,70 11,10 2 h 37 min.
Óleo de Soja 0,750 l
4,40 3,30 46 min.
Margarina 750 g
2,38 7,14 1h 41 min.
Legumes 12,0 kg
3,43 41,16 9 h 40 min.
Frutas 7,5 dz.
5,29 39,68 9 h 19 min.
Raízes 6,0 kg
4,30 25,80 6 h 04 min.
TOTAL 381,66 89h 35 min.

Fonte: Gerência Executiva de Desenvolvimento Municipal e Regional – SEPLAG – PB.

CESTA BÁSICA COMPARADA AO SALÁRIO MÍNIMO
Maio/2017 (em %)

Fonte: Gerência Executiva de Desenvolvimento Municipal e Regional – SEPLAG – PB.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS