PBNEWS


Colunas

Turismo em alta

19/03/2018 18:03

O turismo na ‘Capital das Acácias’ está em alta. Dados da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur ) apontam que o número de turistas argentinos em João Pessoa é crescente, desde o início de operação do voo semanal direto e semanal a capital paraibana e Buenos Aires, iniciado no dia 1º de julho do ano passado, pela Gol Linhas Inteligentes. De acordo com a empresa, em fevereiro deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, o crescimento registrado foi de 54,75%. Somando os cinco primeiros países que mais enviaram turistas para a Paraíba em fevereiro deste ano, em relação a 2017, o crescimento foi de 144,44%.

Em resumo, o Estado da Paraíba recebeu 726 turistas estrangeiros em fevereiro de 2018, contra 297 no mesmo mês do ano passado.

No ranking de turistas estrangeiros, a surpresa foi a presença de mais chilenos na cidade. O Chile apresentou um crescimento de 115,79%, saindo de quinto para segundo lugar no ranking na Paraíba. Apesar de continuar em segundo lugar no índice de incidência na Paraíba – 9,28% -, os Estados Unidos tiveram uma queda de 18,42% no número de turistas vindos a João Pessoa, caindo de segundo para terceiro no ranking. O Top 5 de turistas estrangeiros é completado por Portugal e Espanha, que saiu da sétima para a quinta posição em fevereiro.

De certa forma, os números revelados pela PBTur ratificam o argumento exposto no artigo anterior, intitulado ‘Aeroporto & Turismo’, que aborda a falta de infraestrutura do aeroporto da região metropolitana de João Pessoa.

No artigo, afirmamos que o aeroporto é uma das principais portas de entrada de uma cidade. E, por esse motivo – repetimos – é recomendável a qualquer centro urbano de médio ou grande porte contar com um terminal aéreo com infraestrutura moderna, digna de receber bem os passageiros e, em especial, os turistas. E o aeroporto internacional Castro Pinto carece de requisitos mínimos, a exemplo de finger – equipamento para embarque e desembarque de passageiros até a porta do avião.

Valter Nogueira

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS