PBNEWS


Colunas

Malote Digital

23/08/2017 14:48

Parceria entre o Tribunal de Justiça da Paraíba, Corregedoria Geral de Justiça
e Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado tem garantido,
desde o mês de junho, o uso do Malote Digital para as comunicações oficiais
entre a Central de Flagrantes de João Pessoa (situada na Central de Polícia
Civil, no Conjunto Ernesto Geisel) e o Judiciário paraibano. Desde então, 228
Autos de Prisão em Flagrante (APF) já foram remetidos por meio da ferramenta
eletrônica, disponibilizada pelo TJPB.
As vantagens com o uso da ferramenta motivaram os representantes das
instituições a ampliarem a parceria, por meio de assinatura de um convênio,
estendendo o Malote Digital para delegacias das comarcas pertencentes à 1ª
Superintendência Regional da Polícia Civil. A previsão é que os treinamentos
ocorram até o final de agosto, e a implantação do sistema, até o dia 30 de
setembro, conforme informação da 2ª Delegacia Seccional da Capital.
O uso do Malote Digital pela Central de Flagrantes teve início, de forma piloto,
no dia 26 de junho. Os Autos de prisão em flagrante passaram a ser enviados
eletronicamente para o Núcleo de Custódia ou ao Plantão Judiciário, para a
realização das audiências de custódia pela Justiça, que determina, ou não, a
legalidade e necessidade da prisão.
O uso do Malote tem sido vantajosa. É uma ferramenta de fácil manuseio, que
traz segurança para todas as informações, além de economia de papel,
servidor, viatura e tempo de deslocamento. Na realidade, é a tecnologia em
favor do serviço público.
Antes da ferramenta, os Autos eram enviados em papel, o que ocasionava
necessidade de escanear os documentos, quando eles aportavam no
Judiciário. Além disso, era necessário o deslocamento do servidor em uma
viatura para transporte dos mesmos.
Malote Digital – Sistema do Conselho Nacional de Justiça (CNJ),
desenvolvido com finalidade de possibilitar comunicações eletrônicas oficiais e
a troca de correspondências entre os diversos órgãos do Poder Judiciário.

Valter Nogueira

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS