PBNEWS


Colunas

Novos juízes

20/09/2016 19:06

 

O Tribunal de Justiça da Paraíba realizou, na tarde da última segunda-feira (19), uma

cerimônia impecável, emoldurada por momentos de emoções, para recepcionar 27 novos

juízes de Direito Substituto. A ideia inicial é levar ao Sertão e ao Cariri os novos

magistrados, já que as comarcas das respectivas regiões estão sem juiz há anos. A

solenidade de posse dos novos juízes transcorreu na Sala de Sessões do Tribunal Pleno,

sob a batuta do presidente do TJPB, desembargador Marcos Cavalcanti.

Essa nova turma que acaba de ingressar na Magistratura paraibana foi aprovada no 53º

concurso para juiz substituto do Estado da Paraíba. Na solenidade, os novos juízes

prestaram compromisso de posse e receberam a tradicional beca e a insígnia (broche

com o símbolo de juiz de Direito).

O chefe do Poder Judiciário, ao falar aos empossandos, lembrou sua própria posse como

juiz, há 33 anos. Repetiu alguns conselhos ouvidos na época, acerca da função da

judicatura e alertou para aspectos atuais que devem ser observados: “Entrem em

exercício e dêem conta dos deveres. A tônica atual de todos os magistrados é a

conciliação e a mediação. A celeridade é nossa responsabilidade”, declarou o gestor do

Judiciário da Paraíba, no discurso.

Já o presidente da Comissão do Concurso, o juiz Antônio Carneiro de Paiva Júnior, falou

sobre o orgulho de ter participado de todas as fases do certame e poder atestar “a lisura

dos trabalhos da seleção e a capacidade intelectual, moral e ética dos candidatos que

hoje assumem a magistratura”.

O magistrado destacou ainda que, ao todo, 73 candidatos foram selecionados no

concurso. Isto é, com o recente certame, o Tribunal tem à disposição um número

considerável de juízes aprovados em concurso público, aptos a assumirem os cargos, de

acordo com a necessidade do Tribunal e, claro, conforme folga no orçamento do Tribunal.

Coube ao primeiro colocado no concurso, o agora juiz Gonzaga Pereira de Melo Filho,

falar em dos empossados, ocasião em que lembrou as dificuldades do concurso e

ressaltou o nível intelectual de toda a turma. “Honra-me ter a responsabilidade de

representar uma turma seleta de aprovados neste concurso. Os desafios são enormes. A

sociedade deposita no Poder Judiciário muita confiança. Temos esta confiança e a

expectativa de atender à demanda a contento”, pontuou.

Agora, passado o momento de festa, os novos juízes passarão por um curso de

formação, previsto para começar no dia 10 de outubro do corrente ano, na Escola

Superior da Magistratura (ESMA), localizada no Complexo Judiciário do Altiplano, em

João Pessoa.

Valter Nogueira

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS