PBNEWS


Colunas

Botafogo derrota o Salgueiro e divide a liderança do grupo A da Série C com o Fortaleza

25/07/2016 11:37
A vitória coloca o Botafogo-PB de volta na segunda colocação da tabela, com 18 pontos, mesma pontuação do Fortalexa, que lidera devido ao número de gols marcados. (Foto: Divulgação)

Na noite deste domingo (24), o Botafogo-PB recebeu o Salgueiro-PE, no estádio Almeidão, pela décima rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. E em mais uma exibição segura, Pedro Castro e Rodrigo Silva marcaram os gols que garantiram a vitória botafoguense, que colocou o time na segunda colocação na tabela de classificação.

Com um gol marcado em cada tempo, e sofrendo praticamente um susto durante o jogo inteiro, o Belo se impôs e alcançou sua quinta vitória em cinco jogos em casa na edição de 2016 na quarta divisão.

A primeira boa chegada do Botafogo-PB aconteceu aos 8 minutos. Após sobra do cruzamento na área, Val dominou na intermediária, limpou a marcação e bateu rasteira. A bola ganhou velocidade com o gramado molhado e o arqueiro Luciano teve que se estivar todo para ir buscá-la no seu canto direito.

E não demorou para o placar ser aberto. Já aos 12, o meio campo do Botafogo-PB trocou passes curtos com muita rapidez, e Danielzinho enfiou para Pedro Castro, que apareceu como elemento surpresa cara a cara com o goleiro, e só tocou de perna esquerda no seu canto esquerdo para fazer a festa no Almeidão.

Apenas aos 28 minutos o Salgueiro conseguiu criar algum perigo. Depois de cobrança de escanteio, Michel Alves saiu mal e não achou nada, e Luiz Paulo cabeceou livre para o gol aberto, mas Jefferson Recife, em cima da linha, evitou o empate do Carcará.

Até o intervalo do jogo o panorama da partida tinha o Salgueiro tentando se aventurar ao ataque, mas chegando perto da área botafoguense através de bolas aereas, e o Botafogo-PB com espaço para contra atacar, mas sem aproveitar as oportunidades. E assim o placar de 1 a 0 não foi alterado.

Segundo tempo

Os 45 minutos finais começaram da mesma maneira que acabou o primeiro tempo. O time pernambucano tinha mais posse de bola, mas não assustava.

Então o Belo tratou de buscar uma definição para a partida. Logo aos 8 minutos Marcinho cruzou da direita na cabeça de Rodrigo Silva, que subiu mais alto que a defesa e testou para o chão, como manda o manual, mas a bola quicou no gramado, subiu e passou raspando o travessão.

Aos 24, saiu o gol. João Paulo avançou pela direita e cruzou na cabeça de Rodrigo Silva, que mandou no canto esquerdo de Luciano, que não conseguiu fazer a defesa. Foi o segundo do Botafogo-PB.

Cinco minutos depois, a situação melhorou para o time paraibano, já que Rodolfo acertou uma cotovelada em Pedro Castro e recebeu direto o cartão vermelho.

Com um homem a menos em campo, o Salgueiro não conseguiu mais criar perigo para o arqueiro Michel Alves, enquanto o Botafogo-PB diminuia os espaços e administrava o resultado favorável.

No último minuto de jogo, o zagueiro Plínio fez falta em Tatu na lateral do campo. O árbitro entendeu como agressão e mostrou o cartão vermelho para o capitão botafoguense.

A vitória coloca o Botafogo-PB de volta na segunda colocação da tabela, com 18 pontos, mesma pontuação do Fortalexa, que lidera devido ao número de gols marcados. O próximo compromisso do Belo pelo Grupo A da Série C será contra o Cuiabá-MT, no próximo domingo (31), fora de casa.

Ficha técnica

Botafogo-PB 2 x 0 Salgueiro

Campeonato Brasileiro Série C (Grupo A – 10ª rodada)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Philip Georg Bennett; Adailton José de Jesus e Paulo de Tarso Bregalda Gussen

Gols: Pedro Castro, Rodrigo Silva (B)
Cartões amarelos: Marcelo Xavier, Jefferson Recife, Danielzinho, Marcinho, Lucas Batatinha (B); Tamandaré, Lucas Piauí, Luciano (S)
Cartão vermelho: Rodolfo (S)

Botafogo-PB: Michel Alves, João Paulo, Plínio, Marcelo Xavier, Jefferson Recife (Ângelo); Djavan, Val (Sapé), Pedro Castro, Marcinho; Danielzinho (Lucas Batatinha), Rodrigo Silva. Técnico Itamar Schulle.

Salgueiro: Luciano, Tamandaré, Ranieri, Rogério, Lucas Piauí (Tatu); Rodolfo, Moreilândia, Diego Aragão, Cássio Ortega (Piauí); Luiz Paulo (Toty), Rafael Mineiro. Técnico: Evandro Guimarães.

Fonte : Voz da Torcida

Adilson Montenegro

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS