PBNEWS


Colunas

Gigantes

10/02/2016 15:21

Assisti, recentemente, uma série na History Chanel intitulado “Gigantes da Indústria”, que

narra a saga dos grandes empresários americanos que, com coragem e ousadia,

alavancaram o desenvolvimento e o progresso dos Estados Unidos da América. Detalhe:

Foi nos momentos de crise que eles mais investiram e lucraram.

Na narrativa, os produtores afirmam que a América não foi descoberta, mas sim

construída. Os protagonistas são Rockefeller, Vanderbilt, Carnegie, Astor, Ford e Morgan;

nomes que são sinônimos do chamado “sonho americano”. Estes empresários

desenvolveram uma visão ousada e criaram grandes indústrias que foram base para o

progresso no mundo.

Os gigantes criaram indústrias de combustível, rasgaram a América com estradas de

ferro, mudaram a paisagem urbana com a força do aço, criam grandes empresas de

transportes, indústrias de automóvel e impérios no segmento de Finanças.

Os pioneiros industrias fizeram riquezas e conquistaram poder. Esses empresários

estabeleceram políticas econômicas, se envolveram em eleições presidenciais. Como

legado, imprimiram uma influência incalculável sobre os acontecimentos mais importantes

do século XX.

E por falar em crise, o Brasil passa por um momento de retração econômico. Agora,

nunca é demais perguntar: o que os grandes empresários brasileiros – principalmente os

banqueiros – podem fazer para ajudar o país a superar este momento de dificuldade?

Ação – De autoria do vereador Zezinho Botafogo (PSB), foi sancionada pelo Prefeito

Luciano Cartaxo (PSD), a Lei Municipal 13.174, de 22 de janeiro de 2016. A norma

permite o ingresso forçado de profissionais agentes de saúde em imóveis públicos e

privados abandonados para ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor

da dengue, da febre chikungunya e do vírus zika.

Valter Nogueira

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS