PBNEWS


Colunas

DICAS PARA APROVEITAR O CARNAVAL – PROCON ORIENTA SOBRE DIREITOS DO CONSUMIDOR

03/02/2016 16:31

O Carnaval é uma das festas mais tradicionais do Brasil. Para que

as pessoas se divirtam e caiam na folia com segurança, o PROCON-BY

preparou algumas dicas.

A primeira orientação ao consumidor é, em qualquer compra,

solicitar a nota fiscal com a descrição do item adquirido, valor e data. Segundo

o Secretario Executivo do Procon, Dr. Evilson Braz, é preciso ficar atento

antes de ir às compras. “É importante fazer uma pesquisa de preço antes de

adquirir qualquer produto. Caso a mercadoria apresente defeito, o

consumidor deverá entrar em contato com a loja onde efetuou a compra e

solicitar o reparo do produto ou a troca imediata”, orienta.

Quando o item for destinado para crianças, o cuidado deve ser

redobrado. É importante verificar se o produto é adequado para a faixa etária

dos pequenos e se há riscos para a segurança, como intoxicações, asfixias. Os

produtos devem possuir o selo do Inmetro, comprovando que ele foi

devidamente testado e aprovado pelo órgão e que se encontra dentro das

exigências legais.

Em caso de produtos como sprays e espumas, a embalagem deve

estar devidamente lacrada. Evite latas com sinais de amassados, ferrugens ou

que já foram abertas.

Os artigos comercializados por ambulantes, em sua maioria,

possuem uma origem duvidosa. “Embora apresentem preços menores, esses

produtos podem colocar em risco a segurança do folião. Em caso de

problemas com o produto ou mesmo acidentes de consumo, a falta de nota

Av. Brasil (Antiga Rua Pinheiro Machado), Sesi – Bayeux – PB – Fone: (83) 3253-4058/98761-0375

fiscal e até a impossibilidade de identificação do revendedor dificultam a

reparação de eventuais danos”, explica o Secretario Executivo.

As embalagens de artigos importados devem trazer textos

traduzidos em português para facilitar a leitura e entendimento do

consumidor. “No Carnaval de 2011, na cidade de Bandeira do Sul, em Minas

Gerais, serpentinas metalizadas acertaram a rede elétrica, causando um grave

acidente com 15 mortes. Na embalagem havia um alerta, mas estava escrito

em inglês”, lembrou o Dr. Evilson Braz.

Na compra de ingressos, mesas e camarotes para bailes e festas, o

consumidor deve evitar comprar de cambistas e solicitar os documentos que

comprovem a reserva de mesas.

Os tecidos que compõem as fantasias, devem ser laváveis,

contendo as devidas instruções de uso e etiqueta indicando sua composição.

Já as máscaras não podem ser fabricadas com material tóxico ou de fácil

combustão.

Aluguel de casa ou apartamento: Para quem vai alugar uma

casa ou apartamento, é preciso vistoriar o local, de preferência com o

proprietário ou representante, e relacionar por escrito as condições gerais do

imóvel. Pegar referências pela internet e informações com pessoas que já

tenham ocupado o local. Informar-se sobre formas de pagamento, retirada de

chaves e ter os contatos do proprietário ou da empresa de locação.

O Procon-BY não aconselha o pagamento integral da locação e

recomenda a exigência de confirmação de recebimento, além de guardar

recibos e outros documentos que comprovem a transação.

Em casos de problemas durante as festas de Carnaval, o

consumidor poderá se dirigir ao Procon-BY com a documentação referente ao

objeto da reclamação, como por exemplo, nota fiscal, faturas de cobrança ou

contratos, que estaremos prontos a atende-los.

Dr. EVILSON CARLOS DE OLIVEIRA BRAZ

Secretário Executivo do Procon-BY

Evilson Braz

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS