PBNEWS


Colunas

Tráfico de pessoas

23/04/2015 11:16

Tem um ditado popular que diz: “Esmola grande, o cego desconfia!”. Este introito serve

para destacar a recente denúncia feita pela vereadora ElizaVirgínia, na Câmara Municipal

de João Pessoa, sobre o tráfico de pessoas. É incrível, mas este fato lamentável existe.

A vereadora usou a tribuna da Casa Mapoleão Laureano para alertar sobre os perigos do

tráfico de pessoas. Segundo a parlamentar, o crime ainda acontece recorrentemente, sob

promessas de trabalho fora do país; as mulheres são a principais vítimas. .

Os relatos da parlamentar Eliza convergem com as informações da Polícia Federal, no

que diz respeito ao caso em questão. Isto é, muitas pessoas se iludem com promessas de

empregos no exterior, fazem contratos de prestação de serviço de dois anos. Porém,

quando chegam lá fora, a realidade é outra, não é o que imaginavam. Ficam

praticamente como reféns e trabalham para pagar as dívidas com passagem e

hospedagem, que não terminam nunca, e assim não conseguem voltar para o Brasil.

Essa situação – com bem diz a vereadora – é tida como servidão por dívidas e pode

caracterizar trabalho escravo.

Ainda na tribuna da Câmara, a vereadora advertiu a população para ter cuidado com

pessoas que oferecem empregos fora do Brasil. É preciso alertar pais, mulheres e

adolescentes que têm o sonho de trabalhar na Europa. Esse pessoal deve ter cuidado

com as denominadas falsas promessas.

O trabalho escravo no mundo é uma realidade e, por isso, é preciso ter cuidado para não

que a pessoa não veja o sonho sendo transformado em pesadelo.

A preocupação da vereador Elisa é pertinente.

Livro – História do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba. Este é o título do mais novo

livro de autoria do desembargador e acadêmico Marcos Cavalcanti de Albuquerque. A

obra será lançada no próximo dia 30 de abril, no TRE-PB, com apresentação do professor

Rangel Júnior, reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Valter Nogueira

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS