PBNEWS


Colunas

A IMPORTÂNCIA DAS ELEIÇÕES, DO VOTO CONSCIENTE E DA ESCOLHA DE UM BOM CANDIDATO.

17/03/2015 12:53

É muito comum ouvirmos que todos os políticos são iguais e

que o voto é apenas uma obrigação. Muitas pessoas não conhecem o poder

do voto e o significado que a política tem em suas vidas.

Numa democracia, como ocorre no Brasil, as eleições são de

fundamental importância, além de representar um ato de cidadania.

Possibilitam a escolha de representantes (vereadores, deputados

estaduais/federais e senadores) e governantes (prefeito, governador e

presidente da república) que fazem e executam leis que interferem

diretamente em nossas vidas.

Escolher um péssimo representante e governante pode

representar uma queda na qualidade de vida (falta de saúde, médicos,

hospitais, segurança, emprego, educação, habitação, saneamento

básico e etc….). Sem contar que são os políticos os gerenciadores dos

impostos que nós pagamos. Desta forma, precisamos dar mais valor a

política e acompanharmos com atenção e critério tudo que ocorre em nossa

cidade, estado e país.

O voto deve ser valorizado e ocorrer de forma consciente, livre,

e, a sua escolha (sem aquela história de vender por um favor pago em

espécie – exame médico, pagamento de agua/luz, tijolos, sacas de

cimento, remédios, realização de cirurgias e etc….). Devemos votar em

políticos com um passado limpo e com propostas voltadas para a melhoria

de vida da coletividade.

1

Em primeiro lugar temos que aceitar a ideia de que os políticos

não são todos iguais.

Existem políticos corruptos e incompetentes (os que

prometem demais e nada fazem durante o mandato – os que vivem 24

horas por dia enganando para se perpetuarem no poder), porém

muitos outros, são dedicados e procuram fazer um bom trabalho no cargo

que exercem. Mas como identificar um bom político?

É importante acompanhar os noticiários, com atenção e critério,

para saber o que nosso representante anda fazendo. Pode-se ligar ou enviar

e-mails perguntando ou sugerindo ideias para o seu representante. A

cobrança também é um direito que o eleitor tem dentro de um sistema

democrático, e deve ser feita sempre que possível.

Procure entender os projetos e ideias do candidato que você

pretende votar. Será que há recursos disponíveis para que ele execute

aquele projeto, caso chegue ao poder? Nos mandatos anteriores ele

cumpriu o que prometeu? O candidato possui capacidade intelectual? É uma

pessoa preparada e com vivência? Estes questionamentos ajudam muito na

hora de escolher seu candidato.

Lembre-se, que político que compra voto, não é digno de ser

eleito, e se for, certamente não terá compromisso com a coletividade.

Como vimos, votar conscientemente dá um pouco de trabalho,

porém os resultados são positivos. O voto, numa democracia, é uma

conquista do povo e deve ser usado com critério e responsabilidade. Votar

em qualquer um pode ter conseqüências negativas sérias no futuro, sendo

que depois é tarde para o arrependimento.

Evilson Braz

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS