PBNEWS


Cabedelo

Cabedelo inicia atividades da Semana do Empreendedorismo

As atividades estendem-se até esta sexta-feira (8) e marcam a culminância do Banco Mais, projeto que atende a 430 alunos do 5°ano de 8 escolas da rede municipal de ensino.

05/11/2019 14:21

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria de Educação (Seduc), realizou, nessa segunda-feira (4), a abertura da Semana do Empreendedorismo do projeto Banco mais. O evento aconteceu no Cabedelo Clube e contou com stands dos empreendedores mirins, show de talentos e depoimentos de ex-alunos do projeto.

As atividades estendem-se até esta sexta-feira (8) e marcam a culminância do Banco Mais, projeto que atende a 430 alunos do 5°ano de 8 escolas da rede municipal de ensino.

A programação da Semana inclui palestras, circuito esportivo, gincana cultural e o leilão B+, a ser realizado na sexta-feira (8), no qual os alunos poderão usar o dinheiro fictício acumulado para adquirir os objetos de desejo: bicicletas, camisetas, bonés, entre outros brindes.

Com o objetivo de preparar crianças e adolescentes para exercer seu papel no desenvolvimento econômico e social do país, o projeto Banco Mais parte da concepção dos alunos enquanto consumidores, do exercício desse papel e do uso inteligente do dinheiro.

“Esse projeto nasceu com a professora Luíza, no Paulino Siqueira, com foco na educação financeira. Há três anos é um projeto do município, trabalhando não apenas o financeiro, mas também a construção de valores e de sonhos de um futuro melhor através desse aprendizado”, ressaltou a secretária de Educação, Márcia Oliveira.

Para atingir o objetivo, o Banco Mais trabalha princípios e valores como ética, honestidade, planejamento e responsabilidade. Semanalmente, ao longo do ano letivo, são ministradas aulas de educação financeira, fiscal, economia, administração e empreendedorismo. As atividades letivas são complementadas com visitas, feiras e bazares. Os alunos também trabalham a conquista do dinheiro fictício B+, cédulas e moedas mediante o envolvimento nas ações e fazem depósitos em contas correntes no Banco mais.

“Tem sido uma experiência muito positiva, com um impacto no nível de aprendizagem muito grande, principalmente em matemática, matéria na qual o desenvolvimento não era satisfatório e com esse trabalho eles passaram a gostar mais. Outro fator importante é que a maioria dos alunos do município vem de uma realidade socioeconômica muito difícil, e através desse projeto, com empenho e planejamento, eles começam a acreditar nos sonhos, que a escola é o caminho e que é possível ter um futuro melhor”, destacou a Luíza Bandeira, coordenadora do projeto Banco Mais.

Com a iniciativa, no decorrer do ano, através do desempenho nas atividades, comportamento, assiduidade, os alunos acumulam a moeda fictícia para, agora durante a Semana do Empreendedorismo, conquistarem os sonhos de consumo. De acordo com Patrício Junior da Silva, integrante do projeto, o desafio para o aluno é ser cada vez melhor para conseguir acumular mais “dinheiro”.

“Para ganhar o B+ não é fácil. É através de esforço de cada criança, no dia a dia. Na escola temos atividades que envolvem conhecimento e dedicação, com um estudo de excelência. No início eles sentem dificuldade, principalmente as crianças que não gostam muito de português e matemática, mas eles acabam se aproximando mais, vindo com mais vontade e tudo isso tem trazido excelentes resultados. Temos o caso de um aluno no Pedro Américo que, em abril, veio devolver o material do projeto e hoje é um dos melhores alunos da escola, tanto nas disciplinas curriculares quanto nas relações interpessoais, e isso é fruto do trabalho conjunto dos alunos, dos colegas e, principalmente, do professor que está na sala de aula fazendo essa intermediação”.

Os alunos sentem-se motivados nos estudos exatamente para ganhar mais “dinheiro” e arrematar os melhores brindes durante o Leilão B+, na sexta-feira (8).

“Agora eu tenho mais vontade de estudar, fazer as tarefas, melhorar no comportamento porque a gente sabe que tudo isso conta”, disse Roberta Vitória Silva, 10 anos, aluna da escola Silva Pontes.

Os resultados desse projeto não se restringem apenas no decorrer do ano letivo, o aprendizado segue com os alunos durante toda a vida. Alane Vitória Silva, aluna do 6ºano na escola Plácido de Almeida, participou da iniciativa no ano passado e é exemplo de que vai além das lições pedagógicas.

“A minha vida melhorou bastante, eu tinha muitos problemas, inclusive na escola, já tinha pensado até em suicídio. Com as aulas desse projeto eu passei a acreditar nos meus sonhos, entendi que todo mundo passa por momentos difíceis, meu comportamento melhorou. Eu sonho em, futuramente, participar de um projeto para ajudar crianças, como eu também fui ajudada”, finalizou.

PROGRAMAÇÃO Dia 5 –  Ciclo de palestras: Cabedelo Clube – 7hDia 6 – Circuito esportivo:  Fortaleza de Santa Catarina – 7hDia 7 – Gincana Cultural:  Quadra da escola Elizabeth Ferreira – 7hDia 8 – Leilão B+: Quadra da escola Elizabeth Ferreira – 7h

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS