PBNEWS


Cabedelo

PMC participa de simulação de acidente no Porto de Cabedelo

Da PMC, além da Defesa Civil, também participaram as Secretarias de Meio Ambiente (Semapa), Mobilidade Urbana (Semob), Saúde (Sescab) e Segurança

01/11/2018 15:17

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por intermédio da Defesa Civil, participou, nesta quarta-feira (31), de mais um exercício simulado de treinamento de acidentes, na área interna da Companhia Docas da Paraíba (Porto de Cabedelo). A atividade contou com a participação da Marinha do Brasil, através da Capitania dos Portos da Paraíba, Corpo de Bombeiros de Cabedelo e com os demais órgãos integrantes do Plano de Ajuda Mútua da Cidade de Cabedelo (Pamcic).

Da PMC, além da Defesa Civil, também participaram as Secretarias de Meio Ambiente (Semapa), Mobilidade Urbana (Semob), Saúde (Sescab) e Segurança. A ação teve o objetivo de capacitar a população e os trabalhadores portuários para os procedimentos em caso de emergência.

“A participação da Defesa Civil foi através do trabalho conjunto das Secretarias municipais na interdição das vias, utilização de transportes e outros equipamentos. Cabedelo é uma cidade portuária, que armazena combustíveis e que oferece riscos de acidentes e, por isso, precisamos estar preparados para essas eventualidades. Esses exercícios acontecerão de forma periódica com cada órgão cumprindo sua missão e fazendo sua tarefa. No próximo ano, serão realizados dois exercícios, inclusive a simulação da explosão de um caminhão tanque que terá o maior grau de complexidade”, disse o coordenador da Defesa Civil de Cabedelo, Fernando Macedo

A principal ação simulou, na modalidade de campo, um vazamento de óleo combustível (derivado de petróleo) durante execução de transferência de produto a bordo de navio. Os exercícios ocorreram na desembocadura do rio Paraíba e no ambiente do próprio cais, onde também aconteceu a simulação de um acidente com uma vítima que teve contato com o produto químico.

O treinamento do Pamcic para sinistro dessa natureza foi o primeiro a ser realizado na história da cidade. No local, as ruas do entorno portuário foram interditadas, o tráfego pluvial também foi interrompido na área do exercício e os trabalhadores portuários foram evacuados ordenadamente até o final do evento. O capitão de fragata, Ernesto Serrano, comandante da Capitania dos Portos da Paraíba, comentou a importância da ação, e explicou que cada órgão de segurança tem uma função vital neste exercício.

“O Pamcic é atuante aqui no Porto de Cabedelo e nós fizemos uma solicitação para que houvesse esse tipo de exercício. Até porque não se tem registro de ocorrência desse tipo aqui, nem a parte do exercício, nem a do sinistro. A simulação ocorreu de forma muito positiva e foi importante a participação de todos os órgãos que já treinam individualmente. Essa foi a oportunidade de todos treinarem juntos sob o controle da Marinha”, ressaltou o comandante Serrano.

O Major Charlton Ribeiro, comandante do Corpo de Bombeiros de Cabedelo, por sua vez, lembrou o caráter educativo da ação.

“Como sempre, nós estamos preparados, tendo em vista que foi um exercício simulado. Essa é uma força tarefa com vários órgãos envolvidos, e o Corpo de Bombeiros esteve, efetivamente, fazendo a intervenção no resgate de uma vítima e na prevenção de incêndio relacionado a possível situação de sinistro da embarcação, como também a todo aparato de segurança em relação à área portuária. E também há o caráter pedagógico do exercício, para sabermos as possíveis falhas para que, numa situação real, possamos traçar o norte e obter sucesso na operação”, destacou Charlton.

Pamcic – O Plano de Ajuda Mútua da Cidade de Cabedelo não era realizado há 15 anos e é uma exigência da Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no Trabalho Portuário (NR–29) da Portaria do MTb N.º 53, de 17 de dezembro de 1997.

Fazem parte, ainda, do Pamcic os seguintes órgãos: Defesa Civil de Cabedelo, Companha Docas da Paraíba, Corpo de Bombeiros, Semob, Secretarias de Segurança e Saúde, 6ª Companhia da Polícia Militar da Paraíba, Polícia Rodoviária Federal, Marinha do Brasil, Empresas e Terminais de Distribuidoras de Combustíveis e Derivados; Secretaria Estadual de Defesa Civil, Ibama, Sudema, Anvisa, Transpetro e de empresas instaladas no ambiente portuário

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS