PBNEWS


Cabedelo

Cabedelo se prepara para Campanha de Vacinação contra Sarampo e Pólio

Cabedelo se prepara para Campanha de Vacinação contra Sarampo e Pólio; imunização começa na segunda-feira (6) em todas as Unidades de Saúde

02/08/2018 15:08

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Pólio e o Sarampo começa, em Cabedelo, na próxima segunda-feira (6). Todas as Unidades de Saúde estarão envolvidas na ação, que busca imunizar crianças menores de 5 anos.

O dia D da campanha acontece no próximo dia 18, com a utilização de dois postos móveis de vacinação: um no Supermercado Assis, no Centro, e outro no Supermercado Litoral, em Intermares.

Para esta campanha, a Secretaria de Saúde de Cabedelo (Sescab) já recebeu 4.550 doses da vacina contra Pólio e 1.900 contra Sarampo. A expectativa é que Cabedelo imunize 3.778 crianças, atingindo a meta de vacinar 95% do público-alvo.

Na cidade portuária, segundo dados do Ministério da Saúde, a cobertura das duas vacinas para a faixa de 1 a 5 anos vem sendo inferior a 70%, bem abaixo do ideal, deixando muitas crianças susceptíveis às doenças.

“Nós estamos seguindo as orientações do Ministério da Saúde e, de forma preventiva, realizando também outras ações, até por sermos uma cidade portuária e com grande fluxo de turistas. Já fizemos a vacinação dos funcionários do Porto e da rede hoteleira, criando uma barreira sanitária para impedir o avanço dessas doenças. Outro objetivo é melhorar o índice de cobertura que tem caído em todo o Brasil devido às campanhas negativas feitas na internet, que tem levado a muitos pais a não seguirem a rotina de vacinação dos filhos”, destacou o secretário de Saúde, Murilo Wagner Suassuna.

Parcerias – As Secretarias da Saúde e da Educação atuarão juntas na campanha de Vacinação contra o Sarampo. O acordo foi celebrado nesta quinta-feira (2), em uma reunião realizada no auditório da Seduc com os gestores de escolas e creches da rede municipal de ensino.

O objetivo do encontro foi mobilizar os gestores para que atuem junto aos pais dos alunos, conscientizando-os para a importância da imunização neste momento e, assim, reduzir os riscos de reintrodução do polivírus selvagem e dos vírus do sarampo, da rubéola e da caxumba.

Campanha – O esquema vacinal do Calendário Nacional de Vacinação é composto por três doses da vacina inativada poliomielite (VIP), administradas aos dois, quatro e seis meses, sendo necessários dois reforços com a vacina oral poliomielite (VOP) aos 15 meses e aos 4 anos de idade.

A imunização contra o sarampo é feito por meio da vacina tríplice viral, que protege também contra rubéola e caxumba. O esquema vacinal é de uma dose aos 12 meses, com um reforço aos 15 meses por meio da aplicação da tetraviral, que inclui a imunização contra varicela.

Quem deve ser vacinado – Contra a poliomelite: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou. Em casos de nenhuma dose, será aplicada a Vacina Inativada Poliomielite. Em caso de uma ou mais doses, será aplicada a Vacina Oral Poliomielite, a famosa “gotinha”.

Contra o sarampo: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou.

Não devem ser vacinadas: crianças de 1 até 5 anos que tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

“Já houve casos de sarampo no país, e na Venezuela, de onde estamos recebendo imigrantes, há casos de pólio; não podemos permitir a volta dessas doenças no ao Brasil”, pontuou a coordenadora da imunização na Sescab, Missânia Moreira.

Mais informações podem ser obtidas na Coordenação de Imunização da Sescab, pelo telefone (83) 3250.3228.3097.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS