PBNEWS


Cidades

Nutricionistas participam de audiência pública na Câmara Municipal de João Pessoa

O debate foi proposto pelo vereador Lucas de Brito (PV). Na pauta, reivindicações de melhores condições de trabalho e valorização da categoria

18/09/2019 13:21

Dezenas de nutricionistas das redes municipal e estadual de saúde pública e privada, representantes de conselhos e sindicatos da categoria participaram, nesta terça-feira (17), de audiência pública realizada na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). Na ocasião, os profissionais debateram sobre as condições de trabalho, melhorias para o setor e comemoraram o Dia do Nutricionista, celebrado em 31 de agosto. O vereador Lucas de Brito (PV) solicitou a realização do evento, no âmbito da Comissão de Políticas Públicas (CPP) da Casa.

Além de Lucas, compuseram a mesa o vereador Carlão (DC), que secretariou as atividades; o nutricionista Samuel Paulino, presidente do Sindicato dos Nutricionistas do Estado da Paraíba (Sinep); e as nutricionistas: Luciana Maria Martinez, vice-delegada do Conselho Regional de Nutrição (CRN-6) e integrante do Conselho de Segurança Alimentar Nutricional do Estado; Maria José de Carvalho, professora universitária e coordenadora do projeto “Diagnóstico e Intervenção da Situação Alimentar, Nutricional e das Doenças não Transmissíveis mais prevalentes da população de João Pessoa (Disandnt/PB); Ana Cláudia Cavalcanti, professora universitária e integrante do Observatório Nordestino de Políticas de Segurança e Soberania Alimentar e Nutricional; Mariângela Duarte, diretora de Economia Solidária e Segurança Alimentar e Nutricional (Dessan) da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes); e Ana Paula Leal, responsável técnica pela alimentação escolar do município de João Pessoa.

Durante a audiência, o vereador Lucas de Brito homenageou, como ato simbólico pela passagem do Dia do Nutricionista, nove profissionais com Votos de Aplauso: Vaniele Valério Barbosa; Erika Martins Paiva; Maria da Paz de Moura; Sônia Cristina Pereira; Maria José de Carvalho; Ana Cláudia; Luciana Martinez; Edgar Tito de Oliveira e Washington Luiz Fernandes.

Da tribuna, o parlamentar destacou a importância da data comemorativa e da inciativa da CMJP de reconhecer e valorizar o trabalho do profissional de nutrição. Segundo Lucas de Brito, o nutricionista ocupa um papel fundamental na vida das pessoas. “Não há como promover outros direitos sem garantir o mínimo de dignidade às pessoas em sua própria segurança alimentar”, observou.

O vereador também destacou ações da Prefeitura da Capital para o fortalecimento da segurança alimentar das pessoas em situação de vulnerabilidade, como o funcionamento dos dois restaurantes populares – localizados no Centro e em Mangabeira – que fornecem cerca de duas mil refeições por dia, as cinco cozinhas comunitárias e o banco de alimentos. O vereador Carlão também falou da importância do profissional de nutrição para cuidar das pessoas, combater e prevenir doenças. Marcos Henriques (PT) também participou do debate e colocou seu mandato à disposição da causa.

Homenageados cobram melhores condições de trabalho

Os nutricionistas homenageados também se revezaram na tribuna para parabenizar o Poder Legislativo Municipal pela iniciativa, além de cobrar da categoria mais união em defesa dos direitos e da valorização dos profissionais de nutrição.

A coordenadora do Curso de Nutrição da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Sônia Cristina, destacou a importância da interiorização do conhecimento sobre a ciência da nutrição em todo o Estado. Já Washington Fernandes defendeu uma participação mais efetiva dos trabalhadores da área nas lutas pela política de nutrição e nas discussões coletivas saudáveis. Por sua vez, Maria José disse que é preciso valorizar a profissão e citou alguns problemas de saúde que podem ser evitados com o apoio e assistência de um nutricionista.

O presidente do Sinep, Samuel Paulino, afirmou que o Sindicato vem exercendo uma luta incansável pelos direitos financeiros e sociais dos nutricionistas. Ele defendeu, entre outras coisas, a contratação de profissionais para as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e as casas de longa permanência, além da implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração da categoria.

A nutricionista Mariângela Pinto informou que as cinco cozinhas comunitárias, mantidas pela Prefeitura, ficam nas comunidades do Timbó, Bela Vista, Taipa, Gervásio Maia e Bairro dos Novais. Segundo ela, nessas cozinhas são distribuídas mil refeições diárias, ou seja, cada unidade fornece 200 refeições gratuitas às pessoas em situação de vulnerabilidade social. Mariângela destacou que, somente esse ano, a Prefeitura fez a doação de 150 toneladas de refeições.

Paulo de Pádua

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS