PBNEWS


Cidades

Vereador cobra da Prefeitura ações de reparação na Comunidade Três Lagoas

Tibério Limeira (PSB) destacou que desde 2017 alerta a Prefeitura da Capital sobre os alagamentos na localidade

09/08/2019 10:22

O vereador Tibério Limeira (PSB) cobrou da Prefeitura da Capital ações indenizatórias às
famílias da Comunidade Três Lagoas, que tiveram suas casas danificadas devido às
chuvas que ocorreram na cidade a partir do mês de junho deste ano. A cobrança foi feita
durante pronunciamento na sessão ordinária desta quinta-feira (8), na Câmara Municipal
de João Pessoa (CMJP).
Segundo o parlamentar, as famílias foram atingidas por irresponsabilidade da Prefeitura,
que não tomou medidas as cabíveis para desobstruir as galerias do local, apesar de ter
sido acionada pelo seu mandato desde 2017, quando um alagamento atingiu cerca de 30
casas. Tibério afirmou que, na ocasião, esteve reunido com representantes de secretarias
municipais na comunidade, e as medidas necessárias para evitar que os alagamentos
voltassem a acontecer foram apontadas.
“Saímos de lá pensando que as medidas seriam tomadas. Em 2018, mais 50 casas foram
atingidas. Em 2019, a situação piorou de vez, quando a tubulação foi completamente
obstruída durante as piores chuvas da cidade”, afirmou o parlamentar. De acordo com
Tibério, este ano cerca de 100 casas foram atingidas pelo alagamento causado pelas
chuvas, e em decorrência de uma construção, autorizada pela Prefeitura, que obstruiu de
vez a tubulação.
O vereador informou que entregou a documentação, que reúne requerimentos e históricos
de suas visitas à comunidade, ao Ministério Público da Paraíba (MP-PB) para a abertura
de uma ação civil pública de reparação de danos causados às famílias. Tibério ainda
anunciou que, enquanto a ação não gera resultados, está promovendo uma campanha de
arrecadação de doações para ajudar as famílias atingidas pelo alagamento.
“A Prefeitura, com sua irresponsabilidade, deixa construir uma obra em cima das galerias,
obstruindo a tubulação. Estamos em um processo de arrecadar doações para a
reconstrução das casas, que estão com as paredes rachadas e os pisos afundados.
Estamos apostando na solidariedade das pessoas, diante da ausência completa da
Prefeitura. Estamos reafirmando nosso compromisso com a comunidade”, enfatizou.
O vereador Marcos Henriques (PT) propôs uma audiência pública para debater sobre os
recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) a serem aplicados na
Capital, e destacou a importância da comunidade participar do debate.
Já o vereador Carlão (DC) destacou o fato do alagamento ter acontecido no maior período
de chuvas da cidade dos últimos 30 anos. “Nenhuma cidade estaria preparada, nenhum
prefeito poderia prever essa quantidade de chuvas. E, se houve uma obra, a empresa que
realizou a obra que deve ser responsabilizada pelos danos causados às famílias”,
argumentou Carlão.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS