PBNEWS


Cidades

Lojão do Ferro firma convênio com IETPB-PB e agiliza recuperação de créditos

O Lojão do Ferro firmou convênio com o Instituto de Estudo de Protesto de Títulos do Brasil, Seção Paraíba, para recuperar créditos de devedores. “É um cliente (o LDF) que tem todo um processo automatizado.

25/06/2019 11:13
Lojão do Ferro firma convênio com IETPB-PB e agiliza recuperação de créditos

O Lojão do Ferro firmou convênio com o Instituto de Estudo de Protesto de Títulos do Brasil, Seção Paraíba, para recuperar créditos de devedores. “É um cliente (o LDF) que tem todo um processo automatizado. O envio de títulos para protesto é automatizado. Isso garante a precisão da informação e a agilidade do processo das duas partes, principalmente da credora que precisa de um feedback com muita precisão para poder gerir sua carteira de clientes inadimplentes”, disse o gerente comercial do IETPB-PB Erick Ribeiro.

A leitura de um relatório simples pelo banco de dados do credor, segundo ele, facilita todo o processo. “Nosso sistema faz a aplicação de forma totalmente automática. Isso ajuda muito na hora da tomada de decisão pela agilidade do processo da informação”, comentou.

Relação custo-benefício

Sobre o que motivou o Lojão do Ferro a celebrar convênio com o Instituto de Protesto de Títulos da Paraíba, Erick afirmou que, para a empresa, o que pesou na tomada de decisão foi a praticidade no envio de informações automaticamente.

“O outro peso da decisão foi o valor da postecipação dos emolumentos. A postergação dos valores dos emolumentos. Antes, eles pagavam diretamente, e de forma antecipada, aos cartórios via bancos. Hoje, eles não têm mais essa necessidade de pagar. Pagam apenas uma taxa simbólica ao Instituto por envio de título. O investimento sobre essa recuperação é o menor que eles têm na prática, no tocante à recuperação de créditos”, garante Erick.

Eficiência e agilidade

O banco de dados reflete também no tempo de recuperação do crédito? “Sim, reflete. Existe todo um histórico envolvendo o lançamento de um título. Esse histórico vai desde a recepção dos dados, conferência pelos cartórios e as respostas das ações tomadas para esse título: se foi protestado, se foi pago, etc.”, respondeu ele.

Por fim, Erick lembrou que existem critérios de ações que ajudam o gestor a tomar decisões e saber o encaminhamento e o passo a passo para aquela recuperação que ele está precisando. Poucas ferramentas do mercado disponibilizam essas informações, mas o protesto de títulos tem isso como base fundamental para que o gestor possa gerir melhor sua carteira de inadimplência.

O Instituto de Estudos de Protestos de Títulos do Brasil, Seção Paraíba, fica localizado à Rua Afonso Campos, 110, Centro de João Pessoa e maiores informações sobre os convênios podem ser obtidas através do e-mail contato@protestoparaiba.com.br ou pelo número (83) 3222-1587.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS