PBNEWS


Cidades

Defensor-geral de Rondônia agradece apoio da DPPB à força-tarefa

O defensor-público geral de Rondônia (RO), Marcus Edson, agradeceu, emocionado, a incorporação da Defensoria Pública da Paraíba à força-tarefa que enfrentará a crise no sistema prisional, lotado por apenados condenados em sua maioria pelo crime de tráfico de drogas, que tem sua entrada no estado facilitada através dos rios amazônicos. A defensora pública geral da […]

27/01/2018 19:17

O defensor-público geral de Rondônia (RO), Marcus Edson, agradeceu, emocionado, a incorporação da Defensoria Pública da Paraíba à força-tarefa que enfrentará a crise no sistema prisional, lotado por apenados condenados em sua maioria pelo crime de tráfico de drogas, que tem sua entrada no estado facilitada através dos rios amazônicos.

A defensora pública geral da Paraíba, Madalena Abrantes, elogiou a iniciativa e mostrou-se sensível a ela, designando as experientes profissionais Alba Neide Máximo da Silva e Cardineuza de Oliveira Xavier, para, junto 58 outros defensores de todo o País, atuar conjuntamente com na análise de mais de 7 mil processos de apenados.

“Não sei o que aconteceria no sistema prisional caso isso não se concretizasse”, afirmou Marcus Edson, referindo-se a ação que faz parte do programa Defensoria Sem Fronteiras (DSF) e vem a fortalecer a atuação conjunta dos Poderes através de um plano integrado de segurança pública, que já contou com pedido de Exército nas fronteiras feito pelo governador Confúcio Moura ao presidente Michel Temer.

Por tudo isso, a solenidade de lançamento da força-tarefa ocorrida ontem contou com a presença do governador, Confúcio Moura; do presidente da ANADEP, Antônio Maffezoli; do Senador Waldir Raupp da presidente da Associação dos Membros da Defensoria Pública de Rondônia (Amdepro), Silmara Borghelot; dos presidentes do Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa e OAB, respectivamente, Walter Waltenberg, deputado Maurão de Carvalho e Andrey Cavalcanti, dentre outras.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS