PBNEWS


Cidades

João Pessoa passa a oferecer transplantes pela rede pública

Com o credenciamento de mais duas equipes transplantadoras, a Paraíba passa a ter cinco equipes capacitadas para realização desses procedimentos, sendo três hospitais para transplantes de rins (dois em João Pessoa e um em Campina Grande) e dois para transplantes de fígado, ambos na Capital , A diretoria de Regulação da Rede Municipal de Saúde ficará responsável em acompanhar e fiscalizar todo o processo dos usuários da rede municipal.

07/11/2017 16:24

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, assinou, na manhã desta terça-feira (7), um termo de cooperação entre a Prefeitura Municipal (PMJP), o Sistema Único de Saúde (SUS) e os Hospitais Nossa Senhora das Neves e Memorial São Francisco, para que a PMJP passe a oferecer transplantes de rins e fígado nas instalações dessas unidades de saúde pela rede pública. De acordo com Luciano Cartaxo, depois de aproximadamente 10 anos sem oferecer este serviço, através do credenciamento dos hospitais, com um investimento de aproximadamente R$ 8 milhões por ano, a população de João Pessoa que precisar fazer um destes transplantes, agora poderá realizá-lo sem se deslocar da Capital.

“Estamos assinando este convênio para que aquelas pessoas que necessitam de um transplante tenham mais conforto e comodidade, possam acelerar o tempo para a realização da cirurgia e garantir qualidade de vida a elas. É um esforço significativo da Prefeitura, que está sempre buscando alternativas no sentido de oferecer mais serviços de qualidade e quem ganha é o povo da cidade, pois este convênio é fruto de uma necessidade que identificamos na nossa rede”, declarou Luciano Cartaxo.

Entre os meses de janeiro e setembro deste ano, a Central Estadual de Transplante na Paraíba realizou 140 transplantes, sendo 114 de córnea, 25 de rim e 1 de fígado. Com o credenciamento de mais duas equipes transplantadoras, a Paraíba passa a ter cinco equipes capacitadas para realização desses procedimentos, sendo três hospitais para transplantes de rins (dois em João Pessoa e um em Campina Grande) e dois para transplantes de fígado, ambos na Capital.

“A partir deste credenciamento para contratação de prestação de serviços das duas instituições, estamos ampliando o acesso para que mais pessoas fiquem assistidas e de forma mais rápida. Esse tem sido o principal foco dessa gestão, garantir a assistência à população de forma integral e contínua”, destacou o secretário de Saúde Adalberto Fulgêncio.

A relação de pacientes que precisam de transplantes é administrada pela Coordenação-Geral do Sistema Nacional de Transplantes (SNT), do Ministério da Saúde (MS), por meio de sistema informatizado, juntamente com a Central Estadual de Regulação. A diretoria de Regulação da Rede Municipal de Saúde ficará responsável em acompanhar e fiscalizar todo o processo dos usuários da rede municipal.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS