PBNEWS


Cidades

Selda Gomes agradece expressiva votação da Chapa 3 na eleição do Coren-PB

A enfermeira e professora Selda Gomes, representante da Chapa 3 na eleição para o Plenário do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (triênio 2018/2020), que teve início às 8h00 de ontem e durou até às 20h00 desta segunda-feira, agradeceu a confiança depositada como a 2ª mais bem votada no pleito, através da escolha de 38,9% […]

03/10/2017 15:58

A enfermeira e professora Selda Gomes, representante da Chapa 3 na eleição para o Plenário do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (triênio 2018/2020), que teve início às 8h00 de ontem e durou até às 20h00 desta segunda-feira, agradeceu a confiança depositada como a 2ª mais bem votada no pleito, através da escolha de 38,9% dos votos válidos dos eleitores do Quadro I (de enfermeiros), contra 41,4 % da Chapa 1, representada pela enfermeira Renata Ramalho, apoiada pelo atual presidente Ronaldo Beserra e 19,7 % da Chapa 2, representada pelo enfermeiro Valdevino Neto

Embora votada apenas por enfermeiros, Selda agradeceu – além destes – a todos os obstetrizes, técnicos e auxiliares de enfermagem que manifestaram das mais variadas formas o sentimento incontido de mudança e ratificou a disposição em continuar a luta em defesa dos interesses da categoria, fazendo uma oposição responsável e fiscalizando as ações da próxima gestão. “Não decepcionarei todos aqueles que votaram em nós”, declarou.

Desequilíbrio da eleição

Ela disputou a eleição de forma incompleta, pois o Quadro II/III – formado por técnicos e auxiliares – foi indeferido pela Comissão Eleitoral do Coren/PB, o que impôs grande desvantagem à Chapa 3. “A sensação foi de um pássaro em pleno e turbulento voo com apenas uma asa, mas buscamos sempre superar mais essa adversidade que nos foi imposta”, comparou.

“Adversidades, aliás, não faltaram nessa campanha”, lembrou, citando como exemplo o indeferimento total do registro da Chapa 3 pela referida Comissão Eleitoral, o que a levou a recorrer ao Cofen e reverter parcialmente a decisão.

Selda também lamentou que lhe tenha sido negado pelo Coren-PB o acesso a lista de eleitores aptos a votar e que o presidente do Órgão tenha deixado a isenção de lado e agido como principal cabo eleitoral da Chapa 1, valendo-se de “direitos de resposta” que não lhes eram devidos, para através de veículos de comunicação, atacar e desqualificar-lhe.

Ela considerou o saldo desse curto, mas intenso período de 30 dias, extremamente positivo, pelos diálogos estabelecidos e pela possibilidade de se aproximar ainda mais da categoria, ouvindo reclamos e sugestões. “Saio dessa campanha maior do que entrei, como pessoa amadurecida intelectual e profissionalmente, bem como do ponto de vista político da categoria, revigorada para novas batalhas”, afirmou.

Queixas e reclamações

“No périplo que fizemos pelo estado, também recebemos muitas queixas e reclamações de colegas acerca de inúmeras tentativas frustradas de contato com o Órgão e que as poucas respostas foram dadas por caminho diverso do local, devido”, destacou.

Composição

Os oito enfermeiros integrantes da Chapa 3 foram Selda Gomes, Ane Milane Formiga, Neidivânia Medeiros, Júlio César Cavalcanti, Maria Clarissa Brandão, Laura Beta Duarte, Patrício Júnior Silveira e Wiarara Melo.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS