PBNEWS


Cidades

Luciano Cartaxo lança programação do Outubro Rosa

A primeira-dama, Maísa Cartaxo, prestigiou a solenidade e destacou a importância de desmistificar o exame de mamografia e a necessidade de se prevenir também com o autoexame

03/10/2017 15:49

A simbologia de um mês inteiro dedicado à prevenção ao câncer de mama agora é prática contínua no ano inteiro em João Pessoa. Atendendo à reivindicação de entidades e se antecipando em relação a todo o país e ao que preconiza o Ministério da Saúde, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, autorizou a ampliação da faixa etária para a realização do exame de mamografia de rastreamento para mulheres a partir dos 40 anos e, nesta terça-feira (3), lançou a programação do Outubro Rosa, para reforçar a conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce, oferecendo mais de 6.300 exames.

“Queríamos marcar este período não só com a simbologia deste mês, que é muito importante, mas que fosse algo que pudessse ficar permanente o ano inteiro, uma conquista para todas as mulheres, uma grande reivindicação das entidades, e que Prefeitura se antecipou e tomou esta decisão garantindo o acesso à mamografia a partir dos 40 anos”, afirmou Luciano Cartaxo. De acordo com o Ministério da Saúde, a mamografia de rastreamento é oferecida prioritariamente dos 50 aos 69 anos, mas para as mulheres munícipes de João Pessoa a realidade agora é outra.

O exame passou a ser oferecido na rede municipal a partir dos 40 anos e até os 74 anos. A medida atende a necessidade de cuidado preventivo e consiste em uma ampliação de mais de 87% no número de mulheres que serão beneficiadas. Com a ampliação, mais 65 mil mulheres também estão inseridas e com direito à prioridade no atendimento, totalizando 139 mil mulheres contempladas.

Além da boa notícia, Luciano Cartaxo lançou a programação referente a este mês de luta, estimulando a conscientização e a prevenção. O lançamento aconteceu na manhã desta terça-feira (3), no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), onde o prefeito falou para um público predominantemente feminino formado pelas servidoras da administração municipal. “Fizemos questão de realizar o lançamento do Outubro Rosa no CAM para cuidar das nossas servidoras, afinal são elas que nos ajudam a cuidar da cidade, das pessoas, a melhorar a vida do povo. Às vezes nossos trabalhos, nossas obrigações diárias fazem a gente adiar e não fazer o exame na hora certa. Mas é preciso levarmos esta informação, a conscientização, a todas e dar mais oportunidade de as mulheres se cuidarem”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.

Durante o mês de outubro, todos os serviços da Rede Municipal de Saúde irão desenvolver atividades educativas e assistenciais alusivas à temática, como a ampliação da oferta de consultas com mastologistas, intensificação do exame clínico na Atenção Básica, palestras, articulação intersetorial e com parceiros no desenvolvimento de atividades educativas. Além dos mais de 6.300 exames de mamografia, as equipes de saúde da família também irão visitar as secretarias municipais para prescrever, quando necessário, o exame de mamografia para as servidoras na faixa etária entre 40 e 74 anos ou maiores de 35 anos com risco especial para o desenvolvimento do câncer de mama devido ao histórico familiar.

A primeira-dama, Maísa Cartaxo, prestigiou a solenidade e destacou a importância de desmistificar o exame de mamografia e a necessidade de se prevenir também com o autoexame. “É uma bela ação esta que a Prefeitura está fazendo de tornar estas ações uma prática de janeiro a janeiro. A mulher tem a preocupação, cuidado, zelo por todo mundo e acaba deixando a própria saúde de lado. Então é importante termos estas ações de conscientização e o exame oferecido o ano inteiro para reduzirmos os casos”, afirmou.

Também participaram do lançamento da programação, o secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio, a secretária-adjunta da Saúde, Ana Giovana Medeiros, a presidente da Associação Médica da Paraíba, Débora Cavalcante, a coordenadora da Área Técnica da Saúde da Mulher da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Amanda Romera, e a deputada estadual, Eliza Virgínia.

Ampliação da faixa etária – Com a mudança na faixa etária, mulheres que moram na Capital, com idade entre 50 e 69 anos, e têm a requisição de mamografia de rastreamento preenchida por médico ou enfermeiro da Rede Municipal de Saúde de João Pessoa, poderão dirigir-se aos serviços autorizados para a realização deste exame, sem a necessidade de agendá-lo através das Unidades de Saúde da Família (USFs). As demais faixas etárias, para ter acesso ao exame, deverão ser marcadas através das USFs.

Esta facilidade de acesso segue até o dia 30 de novembro deste ano, nos serviços autorizados que são: Cedrul, Clínica Radiológica Dr Azuir Lessa, Fundação Napoleão Laureano, Hospital São Vicente de Paulo, Radiomed Diagnóstico Médico Imagem. Para a marcação direta é necessário apresentar os seguintes documentos: requisição de mamografia emitida pelo SUS, cópias de RG, CPF, comprovante de residência e Cartão SUS.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS