PBNEWS


Câmara

Câmara de JP homenageia ex-subprocurador do MPPB Paulo Barbosa

Na tarde desta quinta-feira (10), o ex-subprocurador de Justiça da Paraíba Paulo Barbosa de Almeida foi homenageado pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) com o Título de Cidadão Pessoense. A sessão solene foi proposta pelo vereador Bruno Farias (PPS) e aconteceu no Plenário Fernando Paulo Carrilho Milanez, no anexo da Casa.

12/05/2018 18:30

Na tarde desta quinta-feira (10), o ex-subprocurador de Justiça da Paraíba Paulo Barbosa de Almeida foi homenageado pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) com o Título de Cidadão Pessoense. A sessão solene foi proposta pelo vereador Bruno Farias (PPS) e aconteceu no Plenário Fernando Paulo Carrilho Milanez, no anexo da Casa.

A solenidade foi prestigiada por familiares, amigos e colaboradores do homenageado, além de autoridades, tais como, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Gervásio Maia (PSB); o deputado estadual Jeová Campos (PSB); o presidente da Academia Paraibana de Letras, Damião Ramos Cavalcanti; o desembargador Nilo Ramalho.

O vereador Bruno Farias enfatizou que estava realizando uma homenagem a uma trajetória de vida regada ao cumprimento da lei e a perseguição da justiça. Ele fez uma explanação sobre a trajetória de vida do homenageado, destacando que nasceu em Catolé do Rocha e desde sua juventude, reside em João Pessoa. Morou na casa do estudante, estudou no Liceu Paraibano, fez Direito na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Atuou como advogado, defensor público geral do Estado, promotor público de Justiça, além de subprocurador e corregedor geral do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

“Doutor Paulo Barbosa é um homem devotado ao Direito, que alcançou todos os títulos que um homem da vida jurídica pode alcançar em nosso Estado. Uma pessoa que merece ser aplaudida e reconhecida por todos os feitos e êxitos que fez ao longo da vida. Parabéns, meu conterrâneo, parabéns filho de João Pessoa, e aproveite o colo que essa mãe te oferece,ao te carregar nas mãos, ao te abrigar na alma, ao te acolher ao coração e, de maneira angelical, te beija docemente no rosto”, discursou o parlamentar

O novo cidadão pessoense agradeceu a homenagem e realizou uma breve reflexão sobre a significação do Título de Cidadão, alegando que a honraria não é mais como antigamente. Para ele, era apenas o direito de votar e ser votado, mas em sendo dinâmico, a honraria se modifica pela ideologia de cada tempo. Ele destacou que, hoje, a cidadania é irmã gêmea da ética e que para cobrar os direitos que lhe são devidos, o cidadão, primeiro, tem que cumprir os deveres. O homenageado ainda deixou claro que para ser um verdadeiro cidadão, tem que ter ética e perder um pouco da individualidade para adquirir o espírito do social, do coletivo e do interesse geral.

“E muito importante essa consciência de que a cidadania gera deveres antes de gerar direitos. Então eu recebo esse título como um encargo consciente disso. A cidadania natural é um acidente da natureza, obra do destino e do acaso, gera direitos e deveres mas não tanto quanto essa conferida, porque essa foi uma opção em determinada cidade e também um gesto de confiança de quem conferiu. Essa cidadania e toda conduta deve ser direcionada para corresponder a essa confiança que lhe foi conferida”, exaltou.

O evento contou com as vozes do Coral Antônio Leite de Figueiredo da CMJP, que sob a regência da maestrina Socorro Estrela e do preparador vocal e solista Paulo Brasil, apresentaram o Hino Nacional e a canção ‘Pra Não Dizer Que Não Falei das Flores’, do paraibano Geraldo Vandré.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS