PBNEWS


Câmara

Presidente da CMJP, Marcos Vinícius, recebe o Fórum do Audiovisual da PB para discutir Lei que regulamenta a atividade

A pauta foi a elaboração de um projeto de lei que regulamente o fomento e a produção audiovisual em todo o território da Capital paraibana.

05/04/2018 15:22

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, vereador Marcos Vinícius (PSDB),
recebeu nesta quinta-feira (5), uma comitiva do Fórum do Audiovisual da Paraíba, e o
diretor de Ação Cultural da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Sandoval
Nóbrega. A pauta foi a elaboração de um projeto de lei que regulamente o fomento e a
produção audiovisual em todo o território da Capital paraibana.
Os Estados de Pernambuco e Ceará, segundo a comitiva, já implementaram uma lei
como essa que, entre outras coisas, estabelece critérios para o desenvolvimento,
formação, produção e distribuição de trabalhos cinematográficos. O presidente Marcos
Vinícius determinou, na ocasião, que a Procuradoria e a Secretaria de Comunicação da
Casa elaborassem, com o Fórum do Audiovisual, um projeto de lei que regulamente a
atividade, atendendo a realidade local.
“A produção audiovisual da Paraíba é muito rica. Temos excelentes profissionais nessa
área, de renome nacional. A elaboração de um projeto de lei que regulamente a atividade
vai fortalecer e consolidar a produção audiovisual na Capital e no Estado”, declarou o
vereador.
O cineasta, diretor e roteirista Torquato Joel, que integra o Fórum, destacou que a
produção audiovisual aquece a economia da região, onde os filmes são rodados. “Além
disso, esse tipo de atividade gera emprego e renda, dentro de uma cadeia produtiva
importante”, afirmou o cineasta.
Já o diretor o diretor de Ação Cultural da Funjope, Sandoval Nóbrega, disse que a
implementação da lei é o caminho para a formação e consolidação de um mercado. “Uma
ótima oportunidade para que uma nova janela para o audiovisual seja aberta na Paraíba”,
completou. Nóbrega informou que, desde 2013, a Prefeitura da Capital vem investindo em
trabalhos importantes da produção audiovisual.
De acordo com Torquato, todo ano a Funjope lança um edital de incentivo a produção
audiovisual em parceria com a Agência Nacional de Cinemas (Ancine). “Para se ter uma
ideia, nos últimos três anos foram investidos R$ 3,6 milhões nessa área. Mais a nossa
perspectiva é que é esse montante quadruplique”, espera o roteirista.
Ainda na reunião, o secretário de Comunicação da Câmara, jornalista Janildo Silva,
declarou que a elaboração de uma lei, que regulamente a produção cinematográfica, é
um feito importante e o presidente da Casa, Marcos Vinícius, tem se mostrado um dos
maiores entusiastas em apoiar esse segmento.

Todas as leis municipais de autoria dos vereadores e os projetos em tramitação estão disponíveis no site da Câmara através do link do

Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL): http://177.200.32.195:9673/sapl/default_index_html

Janildo lembrou que, a partir de maio, a Ancine fará parceria com as TVs legislativas do
país com o objetivo de financiar produções audiovisuais para TV. “E a TV Câmara,
através da Ancine, vai ser um canal importante para a divulgação de longas e curtas
metragens”, ressaltou o secretário.

Fonte :Paulo de Pádua

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS