PBNEWS


Câmara

Lei: vereadora comemora sanção de PL que proíbe Energisa e Cagepa de colocarem nome de devedor no SPC e Serasa

Raíssa Lacerda (PSD) afirmou que essa é uma vitória que engrandece a Casa e beneficia a população de João Pessoa

05/12/2017 16:11

Agora é lei: Energisa e Cagepa não podem mais colocar o nome de consumidores em débito em
sistemas de proteção ao crédito, como SPC e Serasa. A autora da iniciativa, a vereadora Raíssa
Lacerda (PSD), comemorou a sanção do prefeito da Capital, Luciano Cartaxo (PSD), ao seu projeto,
na sessão ordinária desta terça-feira (5), da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP).
“Quem saiu ganhando foi o povo de João Pessoa, principalmente os mais humildes, que já são tão
penalizados. Tudo que for em favor da população é bom, e é nossa obrigação elaborar leis que
fazem a diferença na vida da povo. Esta Casa legislativa saiu maior, mostrou que não tem rabo
preso com empresa nenhuma”, destacou, agradecendo ainda aos parlamentares que a
acompanharam na votação do projeto.
A vereadora baseia seu projeto na proibição da dupla penalidade, já que os serviços de água e luz já
são cortados, não é possível que se penalize pela segunda vez colocando o nome do consumidor em
sistemas de proteção ao crédito. Ela ainda acrescenta: “Água e luz são essenciais, não é justo o
consumidor pagar a conta e ainda ter que pagar para tirar o nome do SPC e Serasa”, enfatizou.
Sobre a constitucionalidade da lei, a Raíssa Lacerda afirmou que não há dúvidas. “Confio na nossa
Justiça. As empresas vão recorrer, mas a lei é totalmente constitucional, passou pela nossa
Comissão de Justiça, por uma bancada de cinco consultores jurídicos, além do consultor do Senado
Federal, que disse não ter nada de inconstitucional”, garantiu.
A vereadora Sandra Marrocos (PSB) e os vereadores Marcos Henriques (PT), Damásio Franca (PP)
e Mangueira (PMDB) apoiaram e parabenizaram o pronunciamento de Raíssa Lacerda. “É
importante o Legislativo dar sua contribuição na criação de leis em benefício dos que mais
precisam. Está de parabéns a vereadora”, destacou Marcos Henriques.
Alerta
Sandra Marrocos ainda alertou para o fato de que o projeto não vai evitar o corte no fornecimento
de água e luz de consumidores em débito. “Os cortes continuarão, se estiver em atraso. O que não
vai acontecer é a inserção do nome do debitante no SPC ou Serasa”, enfatizou a parlamentar para
que não haja maus tratos de funcionários das empresas na hora do corte.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS