PBNEWS


Câmara

Câmara de João Pessoa e UFPB lançam Rede Intelicidades

Através de uma ação integrada, a Escola do Legislativo da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) lançaram, na manhã desta terça-feira (5), a Rede Intelicidades, que visa a propor soluções para os problemas da Capital através de ferramentas tecnológicas. ‘Cidade inteligente: o espaço urbano recriado a partir da […]

05/12/2017 16:12

Através de uma ação integrada, a Escola do Legislativo da Câmara Municipal de João Pessoa
(CMJP) e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) lançaram, na manhã desta terça-feira (5), a
Rede Intelicidades, que visa a propor soluções para os problemas da Capital através de ferramentas
tecnológicas. ‘Cidade inteligente: o espaço urbano recriado a partir da conexão entre pessoas e
informação’ foi o tema da palestra de lançamento do projeto, proferida pelo professor Guido
Lemos, no Auditório Fernando Milanez (no Anexo II da CMJP).
“O objetivo deste projeto é promover debates no meio acadêmico com vistas a buscar soluções
inteligentes para os graves e grandes problemas da cidade de João Pessoa, em uma perspectiva
sustentável, baseada em tecnologia, criatividade e inovação”, explicou o presidente da Escola do
Legislativo, Paulo Eduardo de Sá Barreto.
O vereador Lucas de Brito (Livres), que preside a Frente Parlamentar João Pessoa Sustentável,
ressaltou que essa é uma bandeira [Cidades Inteligentes] que a Câmara já vem hasteando há algum
tempo. “Precisamos pensar a Capital paraibana do ponto de vista de torná-la sustentável e de
incorporar na gestão pública a tecnologia, em busca de soluções concretas para os problemas da
cidade que têm que ser enfrentados”, defendeu.
Já o professor Guido Lemos destacou que essa aproximação do Legislativo e do Executivo com a
academia é bastante saudável para a cidade. “Usar o potencial e a força de trabalho da universidade
para resolver problemas práticos da cidade é uma ideia bastante inteligente. Essa estratégia de
investir recursos no fomento à solução de problemas próprios de João Pessoa e a consequente
geração de empreendimentos que vão fornecer esses serviços [soluções], em vez de adaptar
soluções prontas de outros lugares, é um excelente caminho a ser seguido”, reforçou.
“A gente tem uma cidade inteligente quando ela se comunica de forma inteligente, quando a
democracia passa a ser exercida de forma digital, quando as soluções para mobilidade urbana,
saúde, educação e outras políticas públicas também se comunicam com a tecnologia. Esse é um
caminho sem volta. Hoje, a cidade que não se adaptar a esse novo conceito vai ficar pra trás”,
comentou o vereador Thiago Lucena (PMN).
Além dos vereadores e representantes dos centros acadêmicos da UFPB, participaram do
lançamento representantes das Secretarias Municipais de Mobilidade Urbana (Semob),
Controladoria Geral (CGM) e unidade e de tecnologia da informação. “Ter a presença de gestores
públicos da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) é um passo importante para a aproximação que nós
queremos viabilizar entre a sociedade civil organizada, o meio acadêmico e a gestão pública”,
comemorou Lucas de Brito.
A Rede
O presidente da Escola do Legislativo ainda informou que participam da Rede Intelicidades

Todas as leis municipais de autoria dos vereadores e os projetos em tramitação estão disponíveis no site da Câmara através do link do

Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL): http://177.200.32.195:9673/sapl/default_index_html

diversos grupos de pesquisa da UFPB – das áreas de educação, economia, tecnologia, energias
alternativas e renováveis e engenharias – e que as palestras e fóruns estão programadas para
acontecer no próximo ano, na universidade e na Câmara. O primeiro fórum já foi agendado para 28
de fevereiro de 2018, no auditório do Centro de Tecnologia da UFPB, em horário a ser definido.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS