PBNEWS


Cabedelo

Porto de Cabedelo fecha primeiro trimestre com crescimento de 20% na movimentação

O primeiro trimestre confirmou a tendência de crescimento na movimentação do Porto de Cabedelo em 2018. Em relação ao mesmo período do ano passado, o terminal paraibano registrou 20% de aumento na movimentação de cargas.

10/04/2018 09:13

O primeiro trimestre confirmou a tendência de crescimento na movimentação do Porto de Cabedelo em 2018. Em relação ao mesmo período do ano passado, o terminal paraibano registrou 20% de aumento na movimentação de cargas. Nos primeiros três meses de 2017, o Porto movimentou 252.579 toneladas, sendo 239.544 em importação e 13.035 em exportação. Já no mesmo período deste ano, foram movimentadas 303.545 toneladas (286.712 em importação e 16.833 em exportação).

O maior aumento com relação ao tipo de carga diz respeito ao coque de petróleo (petcoke). No primeiro trimestre do ano passado, foram importados dos Estados Unidos 39.825 toneladas do produto, enquanto este ano o número mais que dobrou indo para 91.474t, tendo a mesma origem. O crescimento é justificado por uma nova operação que passou a ser realizada no Porto de Cabedelo por uma empresa do Estado do Pará, que começou a importar o petcoke através do porto paraibano.

Na movimentação de granéis líquidos, também foi registrado um aumento nas operações, já que nos primeiros três meses de 2017 foram movimentados 111.745 toneladas de derivados de petróleo e este ano, 127.281t, o que representa um aumento de 10%.

No ano passado, o Porto de Cabedelo registrou um crescimento de mais 11% em relação a 2016 e este ano a expectativa que a evolução seja ainda maior, graças aos investimentos que estão sendo realizados, como por exemplo, a nova sinalização náutica inaugurada ontem pelo governador Ricardo Coutinho, que vai possibilitar mais agilidade nas operações que voltam a ser realizadas 24 horas por dia.

A reforma do berço 101, os leilões dos terminais de graneis líquidos e a operação Ship to Ship que deve começar a ser realizada nos próximos meses, também vão contribuir para o aumento da movimentação este ano.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS