PBNEWS


Cabedelo

Dia D de vacina contra a gripe acontece neste sábado nas USFs e em postos móveis no Centro e em Intermares

A meta da campanha, que começou no dia 17 de abril, é vacinar 13.914 pessoas, o que corresponde a 90% do público-alvo em Cabedelo

12/05/2017 17:14

A Secretaria de Saúde de Cabedelo (Sescab) promove, neste sábado (13), o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe H1N1. A mobilização acontece em todas as Unidades de Saúde da Família (USF) e também através de dois Postos Móveis instalados nos Supermercados Litoral, em Intermares, e Assis, no Centro, das 8h às 17h.

A meta da campanha, que começou no dia 17 de abril, é vacinar 13.914 pessoas, o que corresponde a 90% do público-alvo em Cabedelo. Para receber a dose, é necessário levar o cartão da SUS.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), integram o público-alvo da campanha pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, também devem se vacinar. Para esse grupo não há meta específica de vacinação. Este público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS