PBNEWS


Brasília

Modernização da legislação facilitará a criação de empregos e garante direitos, afirma Cássio

Ao parabenizar os trabalhadores brasileiros, e especificamente os paraibanos por este primeiro de maio, o senador Cássio Cunha Lima fez questão de renovar o compromisso com todos os trabalhadores e com a defesa irredutível do emprego, “por toda a minha trajetória política jamais iria apoiar qualquer medida que prejudicasse as pessoas que, juntamente com os […]

01/05/2017 16:30

Ao parabenizar os trabalhadores brasileiros, e especificamente os paraibanos por este primeiro de maio, o senador Cássio Cunha Lima fez questão de renovar o compromisso com todos os trabalhadores e com a defesa irredutível do emprego, “por toda a minha trajetória política jamais iria apoiar qualquer medida que prejudicasse as pessoas que, juntamente com os empreendedores, garantem o desenvolvimento do país”, afirmou.
Cássio destacou que confia que as medidas de modernização da legislação trabalhista, surtirá um efeito positivo para o conjunto da sociedade, independentemente do proselitismo usado por quem se posiciona de maneira contrária, mesmo estes críticos de hoje tendo a certeza da necessidade das reformas.

QUADRO ATUAL – Como argumento, Cássio apontou um dado preocupante “nada menos que 40% da nossa força de trabalho se encontra atualmente na informalidade, o que prejudica os planos de aposentadoria de todas estas pessoas. “atualmente são 20 milhões de pessoas desempregadas ou subempregadas e é preciso um olhar especial para todas essas pessoas”.

DIREITOS GARANTIDOS – O vice presidente do Senado Federal reforçou que os trabalhadores têm a manutenção garantida dos seus direitos como férias, 13º salário, FGTS, licenças maternidade e paternidade, hora extra, adicional noturno e aviso prévio. Uma grande mudança que está sendo motivo de estardalhaço por parte dos sindicatos, é que a contribuição sindical, seguindo orientação da Organização Internacional do Trabalho (OIT) passa a ser de pagamento opcional para o trabalhador. “atualmente, todos os trabalhadores pagam aos sindicatos, o equivalente a um dia de trabalho, obrigatoriamente”.

MAIS EMPREGOS – Ele lembrou que estudos prévios realizados por diversas entidades empresariais já estão sendo divulgados, como o que foi feito pelos representantes de restaurantes que estimam que a modernização da legislação possibilitará a criação de mais de 2 milhões de novos postos de trabalho em três anos.

Assessoria do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)

Leia também

[« Voltar]

Fale conosco Siga-nos no Twitter RSS